Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Acervo pessoal
A jornalista Ana Rogéria Ribeiro

OPINIÃO: Tornar obrigatório para ser democrático

Por: Ana Rogéria Ribeiro
03/11/2020 às 20:42
Opinião

Gritar, no papel, pela democracia é fácil, mas colocar em prática é que são elas


Tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 4912/20 que obriga as emissoras de rádio e televisão a organizar e/ou transmitir debates eleitorais com a participação de todos os candidatos com registro válido. A proposta é dos deputados Luiza Erundina (Psol-SP) e Ivan Valente (Psol-SP). 

Na avaliação dos parlamentares, a não realização de debates acarreta o esvaziamento da discussão política a respeito dos projetos dos candidatos, com prejuízo para a democracia.

Gritar, no papel, pela democracia é fácil, mas colocar em prática é que são elas. No próximo sábado, dia 7, o DLNews vai realizar o debate entre 8 dos 10 candidatos a prefeito de Rio Preto, seguindo a atual legislação eleitoral, que exige a participação dos candidatos que têm representatividade parlamentar. 

Pela proposta acima, todos teriam de participar, aqui em Rio Preto não faria tanta diferença, mas imaginem a situação de cidades como Santos, por exemplo, onde 16 candidatos disputam a prefeitura. 

Os organizadores quebraram a cabeça para viabilizar o formato do debate com 8 candidatos. Serão 3 blocos. No primeiro, todos os participantes serão apresentados e, na sequência respondem a perguntas feitas pelas entidades: Acirp, OAB, Apeti, Sinhores, Ciesp, SMC, Sindipan, Sindcont, Assescrip e Sincomercio. 

Serão 30 segundos para pergunta e 1 minuto para a resposta. Os dois blocos seguintes serão de confronto direto, quando um candidato pergunta diretamente ao concorrente, terá 30 segundos para pergunta, 1 minuto e 30 segundos para réplica e o mesmo tempo para tréplica. 

Lembrando que não se pode fazer mais de uma pergunta ao mesmo candidato e ninguém pode ficar sem ser questionado. E no final do terceiro bloco, mais 30 segundos para as considerações finais de cada candidato. 

Parece jogo rápido, mas com toda dinâmica de apresentação, sorteios, intervalos, etc...serão quase duas horas de transmissão, que será feita pela RecordTV. 

Agora imagina um debate com 16 candidatos. Das duas, uma: ou se aprende a falar no "ritmo do Eneias” ou investe pesado no condicionamento físico para passar cerca de cinco horas em pé, para que a democracia seja exercida.  (o projeto de lei não exige cadeiras)

Outra providência que os organizadores terão que tomar será uma ambulância de plantão. Depois de 5 horas, alguém pode ter câimbras, ficar hipoglicêmico, hipotenso, sentir fome e vontade de ir ao banheiro, etc. 

Por outro lado, qual eleitor ficaria sentado à frente de uma televisão por tanto tempo? Nem final de copa do mundo teria audiência, quem dirá um debate político, num País onde os eleitores demonstram cada vez menos interesse em comparecer às urnas. 

Em tempo: O debate do DLNews será nesse sábado, das 13h10 as 15h, logo após o programa eleitoral. E será transmitido, ao vivo, pela RecordTV Rio Preto.

Ana Rogéria Ribeiro, 44 anos, é jornalista formada na turma de 1997 da Unimar, em Marília. Atualmente é chefe de jornalismo na Record TV Rio Preto







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!