Foto por: Reprodução
Frei Francisco Belotti

Frei Francisco: "Ninguém merece morar na rua, muito menos morrer na rua"

Por: Da Redação
03/04/2020 às 11:57
Saúde

Frei de Jaci repete as palavras do papa Francisco na assinatura de convênio com a Prefeitura de Rio Preto

O prefeito Edinho Araújo (MDB) e o frei Francisco Belotti, do Lar São Francisco de Jaci, oficializaram na manhã desta sexta-feira (3) parceria para acolher 80 moradores de rua durante a pandemia do coronavírus. O convênio havia sido adiantado, em primeira mão, pelo DLNews - leia aqui.

O frei Francisco participou na manhã desta sexta-feira (3) da live diária, via Facebook, feita pela Prefeitura para divulgar os números e as ações tomadas no combate à Covid-19. Pela parceria firmada entre o município e o Lar, serão repassados R$ 900 mil à instituição para acolher 80 moradores de rua durante três meses. Os moradores ficarão abrigados na Casa do Cirineu.

A casa, gerenciada pelo Lar São Francisco, já acolhe 36 pessoas atualmente. Com a parceria, serão 116 moradores de rua abrigados. O local já está sendo preparado para começar receber a população necessitada em poucos dias.

Durante a live, o frei lembrou de uma fala recente do papa Francisco. "Ninguém merece morar na rua. Muito menos ficar doente na rua. Muito menos morrer na rua", disse o religioso. 

Ele afirmou ainda que vivemos um momento importante, "diante de um inimigo invisível, mas de um organismo visível". Ele citou ainda três verbos que servem neste momento: enfrentar, acolher e cuidar. 

O frei citou os problemas de aglomeração verificados no Bom Prato, também administrado pelo Lar São Francisco. "Não queremos aglomeração no local. Mas ampliamos o café, jantar e almoço. Bem alimentadas, essas pessoas terão menos risco de contrair o vírus", disse Belotti. "Quando isto passar, vamos nos abraçar e fazer uma grande festa. Mas hoje vamos abraçar com o coração", afirmou o frei que citou são Francisco, o santo que foi ao encontro das pessoas doentes com a lepra. "Temos de enfrentar com coragem".

De acordo com o prefeito Edinho, Rio Preto tem atualmente 770 pessoas em situação de rua. Deste total, 470 são migrantes e 300 estão sempre nas ruas. "Rio Preto tem de fazer seu dever de casa, estamos preparados. Fique em casa, só saiam aqueles que têm de cumprir serviços essenciais. É o momento de distanciamento social? Sim, estamos sem ver as pessoas queridas, mas estamos mais próximos. Momento é de aprendizado, todo dia, momento de coragem e humildade", afirmou o prefeito.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!