Escultura marco de Fortaleza é encontrada aos pedaços após desaparecer

Por: FOLHAPRESS - MARCEL RIZZO
04/06/2020 às 14:00
Famosos

FORTALEZA, CE (FOLHAPRESS) - A informação viralizou na sexta-feira (29). A escultura "Mulher Rendeira", obra do artista plástico pernambucano Corbiniano Lins, con...

FORTALEZA, CE (FOLHAPRESS) - A informação viralizou na sexta-feira (29). A escultura "Mulher Rendeira", obra do artista plástico pernambucano Corbiniano Lins, conhecida de dez entre dez pessoas que circulam pelo centro de Fortaleza, havia sido destruída.
Em tempos das fake news, o professor de arte e construtor de brinquedos José Viana da Silva Neto, 39, quis comprovar com os próprios olhos que uma de suas obras preferidas, que admirava desde garoto quando trabalhava de office boy rodando as ruas do centro, havia sido demolida durante a execução de reforma em uma agência do Banco do Brasil onde a escultura, criada em 1966, estava instalada. Não era mentira.
"Fui de bicicleta e encontrei os pedaços da rendeira dentro de um container do lixo. Expliquei ao pessoal que estava lá da importância do trabalho, eles entenderam e disseram que eu poderia levar, eu queria ajudar a restaurar. Voltei em casa, peguei minha Kombi, segui para o centro e coloquei a obra no carro. Pesada, nem sei como consegui", disse Viana.
Depois que o professor levou os pedaços da "Mulher Rendeira", a informação que viralizou era de que a escultura, além de destruída, havia desaparecido. Ele precisou ir na segunda pela manhã ao banco mostrar que os pedaços estavam bem guardados e conversar com os responsáveis para decidir o que poderia ser feito pela restauração.
A decisão, que teve participação da direção do banco e da Secretaria de Cultura do Ceará, é a de enviar os pedaços da "Mulher Rendeira" para os filhos de Corbiniano Lins, que devem trabalhar na restauração - Lins morreu em 2018, aos 94 anos. Os custos devem ficar com a empresa de engenharia que executava a reforma que ocasionou a danificação da escultura.
"É o mais justo. Normalmente quando há essas restaurações é quem fez a obra que refaz, nesse caso os filhos do artista", disse Viana.
Em nota, o Banco do Brasil informou que durante uma obra de reparação em sua agência na praça do Carmo, em Fortaleza, a escultura "Mulher Rendeira", que está registrada no patrimônio do banco, foi indevidamente danificada e removida do local. Ainda segundo o banco, a retirada foi resultado de um erro de execução no projeto de engenharia, que previa a remoção da escultura durante a reforma e que está apurando as responsabilidades.
A responsável pela reforma é a Artflex Engenharia, de Brasília. Também em nota, a empresa informou que respeita a cultura cearense e o artista pernambucano, que está apurando os fatos e que providências de restauração e recolocação estão sendo providenciadas.
Segundo contaram a Viana, o projeto de reforma previa só a demolição da base onde estava a escultura, que deveria ter sido retirada e guardada para ser recolocada quando a intervenção terminasse. Não foi o que aconteceu.
"Feliz por ter conseguido evitar algo pior, que as peças sumissem ou acabassem em um lixão", disse Viana. Ele agora busca patrocínio para viajar a Pernambuco e documentar a restauração da escultura que o fascina desde garoto.
Além da "Mulher Rendeira", Corbiniano Lins tem duas outras obras expostas por Fortaleza. A "Iracema", de 1965, fica na avenida Beira-Mar, e o "Monumento do Vaqueiro", também de 1965, está na entrada do antigo aeroporto da cidade.

Publicado em Thu, 04 Jun 2020 13:37:00 -0300






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!