Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Polícia prende 5 suspeitos de usar app para golpe de falso encontro

Por: FOLHAPRESS - ALFREDO HENRIQUE
23/01/2022 às 11:30
Brasil e Mundo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar prendeu na noite da última sexta-feira (21) cinco suspeitos de atacar vítimas no golpe do falso encontro na cidade...


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar prendeu na noite da última sexta-feira (21) cinco suspeitos de atacar vítimas no golpe do falso encontro na cidade de São Paulo.

Desde o último dia 10, a Polícia Civil registrou ao menos cinco casos, incluindo os dois desta sexta. Todos ocorreram na zona norte da capital paulista.

Segundo o 72° DP (Vila Penteado), onde os dois mais recentes casos foram registrados, os criminosos fingem ser mulheres atraentes para convidar as vítimas para falsos encontros e, então, roubá-las.

Um homem de 51 anos afirmou, em depoimento à Polícia Civil, ter marcado um encontro por meio de aplicativo de namoro na região da Vila Penteado, na zona norte.

Na última sexta (21), ao chegar ao local em seu carro, a vítima se deparou com dois criminosos em uma moto. A dupla rendeu o condutor do veículo e o obrigou, segundo registrado pela polícia, a pular para o banco traseiro do carro.

Um dos ladrões assumiu o volante do veículo e levou a vítima para um local desconhecido, onde um terceiro ladrão aguardava.

A vítima foi mantida no local e, após ser ameaçada, forneceu as senhas de seus cartões e aplicativos bancários.

Enquanto dois bandidos realizaram saques e transferências, um terceiro criminoso manteve a vítima sob cárcere privado, por aproximadamente duas horas, de acordo com boletim de ocorrência.

Além dos saques e transferências, os criminosos roubaram o celular do homem, sua carteira com R$ 500, e seu carro.

O veículo, de acordo com a polícia, foi interceptado pela PM na avenida Deputado Cantídio Sampaio, ainda na zona norte. O condutor foi preso em flagrante.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) confirmou também a prisão de outros quatro suspeitos.

O segundo crime ocorrido também nesta sexta, no qual uma vítima foi assaltada em um falso encontro, marcado por aplicativo, também é investigado pelo 72ºDP.

Outros casos Entre os dias 10 e 16 deste mês, ao menos três assaltos, feitos após o agendamento de falsos encontros por aplicativo, foram registrados pela Polícia Civil da capital. Em um deles, a vítima morreu após tentar fugir.

A polícia investiga a eventual relação entre os casos, todos ocorridos na zona norte.

Acreditando que iria se encontrar com uma mulher, um biomédico de 49 anos foi até a região do Jardim Jaraguá, onde estacionou seu carro para aguardar a suposta paquera, na noite do último dia 10.

Uma câmera de monitoramento mostra que, às 19h55, dois criminosos se aproximam da vítima, no momento em que ela, já fora do carro, aparentemente faz uma ligação com o celular.

Em depoimento à polícia, a vítima afirmou que um dos criminosos estava armado, aparentemente com um revólver, usado para obrigar o biomédico a se sentar no banco traseiro.

Um dos ladrões assume o volante do carro, enquanto outro fica ao lado da vítima. Toda a ação dura cerca de um minuto, quando o veículo é manobrado por um dos suspeitos.

Ainda em seu depoimento, o biomédico afirmou que os criminosos circularam por várias ruas da região, até que o deixaram em um matagal, com outros dois ladrões. Após isso, a dupla que abordou a vítima saiu com o carro, para tentar utilizar os cartões bancários encontrados com o homem, mas sem sucesso.

Por causa disso, ainda segundo a vítima disse à polícia, os ladrões teriam a ameaçado de morte e agressão, mas sem concretizar as intimidações.

Por fim, ao perceberem que não iriam conseguir tirar dinheiro do homem, levaram seu celular, documentos e o carro, que não havia sido localizado pela polícia até a publicação deste texto.

Outro caso semelhante ocorreu com um contador de 50 anos, também vítima de um falso encontro.

Ele foi abordado por ao menos dois criminosos, conforme registrado pela polícia, quando estava em seu veículo, na marginal Tietê, por volta das 14h50 do último dia 13. A vítima não relatou o roubo de nenhum outro objeto.

Em mais um caso de falso encontro, no dia 16, um homem de 31 anos, de origem coreana, também marcou um encontro por aplicativo, na Brasilândia.

Quando chegou à rua Paulo Garcia Aquiline, em vez da suposta mulher, ao menos dois suspeitos em uma moto o aguardavam. Ao constatar isso, a vítima acelerou, segundo a polícia.

Os ladrões atiraram e um dos disparos atingiu o homem na região da nuca. Ele perdeu o controle de seu carro, que bateu na fachada de um comércio. Os criminosos fugiram sem levar nada.

A vítima foi levada gravemente ferida para o hospital do Mandaqui, mas não resistiu ao ferimento.



Publicado em Sun, 23 Jan 2022 11:10:00 -0300







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!