Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Reprodução
Edinho Araújo, prefeito de Rio Preto

Lockdown noturno em Rio Preto terá multa mínima de R$ 6,2 mil; confira regras

Por: Da Redação
16/06/2021 às 16:47
Saúde

Procurador-geral do município afirma que vai haver "lacração geral" para quem desobedecer regras e multas sem perdão no CPF de pessoas que insistirem nas infrações


Quem for flagrado descumprindo as regras do lockdown noturno de Rio Preto, que vai deste dia 17 até 2 de julho, receberá multa de no mínimo R$ 6.296, dobrando na reincidência e triplicando se houver novo flagrante. A punição inclui quem for flagrado vendendo, transportando ou consumindo bebidas alcoólicas entre 18h e 6h nos dias úteis ou em qualquer hora aos sábados e domingos.

Confira as regras detalhadas neste link: aqui

Ao detalhar o lockdown em transmissão ao vivo pelo Youtube na tarde desta quarta-feira, a Prefeitura afirmou que as regras preveem capacidade de 40% de ocupação dos estabelecimentos, com restrição de vagas de estacionamento. Atividades administrativas só poderão funcionar em sistema de teletrabalho. Está mantida a proibição de circular sem máscaras e a presença de acompanhante em estabelecimentos em geral.

Para o descumprimento de qualquer medida, estabelecimentos serão interditados imediatamente e permanecerão completamente fechados até o fim do decreto. Se for reincidente, a punição com fechamento será ampliada - até o momento em que não houver mais qualquer norma de restrição, mesmo pós-lockdown.

"As infrações, neste momento crítico, serão consideradas gravíssimas", disse Miriam Wowk, gerente da Vigilância Sanitária. "Começam em 100 UFMs. Quanto que dá isso? É R$ 6.296. A multa mínima, mesmo pessoa física em aglomeração, vai ser de R$ 6.296. A cada nova infração constatada, em aglomeração e sem máscara, é o dobro disso. Se forem três infrações, é o triplo disso".

Ao justificar o lockdown noturno, e não durante o dia, o prefeito Edinho Araújo afirmou que a alta da taxa de transmissão está em bares que descumprem regras, nas comemorações, nas baladas, concentração em praças, em bares e restaurantes. "Por favor, colabore. Nenhum prefeito fica feliz em fechar. Tenho que primar pela responsabilidade, respaldado pela ciência".

O procurador-geral do município, Luís Roberto Thiesi, afirmou que haverá "lacração geral" para quem desobedecer regras. As punições serão inclusive para pessoas físicas, pelo número do CPF. Thiesi participou por vídeo, de casa, afirmando que o filho contraiu Covid, por isso está de quarentena.









Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!