Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Divulgação
Sargento André Souza retirou o agasalho de sua farda e cobriu a criança

Policial salva criança que estava perdida e com frio na madrugada

Por: Da Redação
14/06/2021 às 15:17
Polícia

O menino estava com muito frio, mesmo dentro da viatura, e um dos policiais, o sargento André Souza, retirou o agasalho de sua farda e cobriu a criança, até que a equipe conseguiu algumas roupas de frio. O garoto tremia e estava com a boca roxa


Numa cena de sensibilidade, um policial militar retira o agasalho da farda e cobre o pequeno garoto, de apenas 4 anos, abandonado numa rua, em meio a um frio de 12 graus. O caso aconteceu em Birigui. O menino estava descalço, vestindo apenas um short e camiseta, e já estava com a boca roxa, tremendo de frio.

Uma mulher está sendo investigada pelo crime de abandono de incapaz depois que esse garoto, supostamente filho dela, foi encontrado abandonado na rua Fabiano Fani de Nicola, no bairro Margareth Vargas, em Birigui, na madrugada de domingo.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma mulher de 41 anos estava saindo para trabalhar quando encontrou o menino na calçada em frente à sua casa. Ela disse que perguntou onde a criança morava e inclusive deu uma volta com ela pelo bairro, mas o garotinho não soube dizer onde era sua casa.

O menino não falava muitas coisas concretas, mas soube dizer o nome da mãe e da avó. Os policiais fizeram diligências e em frente a uma residência a criança parou, dando a entender que seria ali a sua casa, mas não quis entrar. Os PMs não conseguiram contato com nenhum morador.

Os policiais fizeram contato com moradores do bairro e conseguiram a confirmação de que no endereço suspeito realmente era a casa da criança. A equipe voltou ao imóvel e novamente não conseguiu contato com nenhum morador.

O menino estava com muito frio, mesmo dentro da viatura, e um dos policiais, o sargento André Souza, retirou o agasalho de sua farda e cobriu a criança, até que a equipe conseguiu algumas roupas de frio. O menino tremia e estava com a boca roxa.

Populares disseram que a mãe do menino seria usuária de crack e havia deixado a criança dentro de um carro abandonado perto de sua casa. O Conselho tutelar foi acionado e acompanhou a ocorrência, levando posteriormente o menino à Casa Abrigo.

Uma mulher chegou a entrar em contato se identificando como mãe do garotinho, mas ela não compareceu no plantão policial. A Polícia Civil vai investigar o caso e a mulher deverá ser indiciada pelo crime de abandono de incapaz.

(Colaborou Folha da Região)







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!