Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



UBS no centro e Itaquerão são campeões de vacinação contra Covid em SP

Por: FOLHAPRESS - GABRIELA BONIN
10/06/2021 às 18:00
Brasil e Mundo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A UBS Dr. Humberto Pascale, na Santa Cecília (região central da capital paulista), é a unidade básica de saúde que mais vacina na ...


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A UBS Dr. Humberto Pascale, na Santa Cecília (região central da capital paulista), é a unidade básica de saúde que mais vacina na cidade de São Paulo. Até a última segunda-feira (7), 62.100 doses haviam sido aplicadas no local, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, gestão Ricardo Nunes (MDB).

No ranking das unidades de saúde que mais vacinam, o segundo lugar fica com a UBS Joaquim Antônio Eirado, em Santana (zona norte), seguida pela UBS São Vicente de Paula, no Ipiranga (centro). Respectivamente, haviam sido aplicadas 56.048 e 49.854 em cada um dos locais até segunda-feira.

Entre as dez UBSs com maior número de doses, três se localizam na região central. Na lista, também estão inclusas unidades no Itaim Bibi (zona oeste), Perdizes (zona oeste) e Vila Olímpia (zona sul).

Um estudo da USP mostrou há duas semanas que as regiões periféricas de São Paulo concentram as menores taxas de imunização.

Mesmo com o recorde de doses aplicadas, o posto de saúde da Santa Cecília tem horários de movimentação tranquilo. Na tarde de quarta-feira (9), as filas não passavam de 12 pessoas.

Em entrevista à Globonews na quarta, o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, afirmou que a cidade tem estrutura para vacinar cerca de 600 mil pessoas por dia, mas que atualmente esse público não passa de 120 mil diariamente. O cenário, entretanto, pode começar a mudar na semana que vem. Na segunda-feira (14) começam a ser vacinadas pessoas com idade a partir de 58 anos na capital paulista.

"Foi tranquilo e bem organizado", afirma a copeira Cleane Carvalho Silva, 38 anos, que tomou a primeira dose da vacina da AstraZeneca na unidade. Ela é hipertensa e escolheu se vacinar na UBS em Santa Cecília pela praticidade, já que trabalha no bairro.

O desenvolvedor de sistemas Patrick Aguiar, 19, é morador da região e também foi vacinado na última quarta-feira. "Estou me sentindo muito feliz e protegido. Vivo com HIV e, infelizmente, São Paulo demorou muito para vacinar pessoas que vivem com HIV, então eu estava muito ansioso por esse momento", afirma.

Entre os grandes locais de vacinação, a Neo Química Arena, o estádio do Corinthians, em Itaquera (zona leste), é o megaposto de drive-thru que mais vacina na capital, com mais de 21 mil doses aplicadas até sexta-feira (4). Logo atrás, está o Memorial da América Latina, com 20 mil doses.

Entre os megapostos para pedestres, o local que mais vacina também está em Itaquera. A faculdade Santa Marcelina na última sexta havia ultrapassado a marca de 12 mil doses desde que foi aberta, em no mês passado.

Os megapostos, que foram fechados no início da semana, voltaram a abrir nesta quarta (10), por causa do início da imunização de pessoas com deficiência.



Publicado em Thu, 10 Jun 2021 17:49:00 -0300







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!