Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Divulgação/Polícia Ambiental
Aves resgatadas foram encaminhadas ao zoológico de Rio Preto.

Polícia Ambiental apreende 30 aves silvestres vítimas de maus-tratos em Mirassol

Por: Melissa Cerozzi
15/04/2021 às 10:17
Polícia

Mulher que mantinha as aves de maneira irregular em cativeiro foi multada em mais de R$ 100 mil. Entre as aves, foi encontrado um pássaro Bicudo, espécie em extinção.


A Polícia Ambiental encontrou 30 aves silvestre criadas de maneira irregular em uma casa no município de Mirassol. As aves estavam em 24 gaiolas, sem anilhas. De acordo com a Polícia Ambiental, a pior situação encontrada foi a de seis canários terra, que estavam "confinadas dentro do imóvel sem iluminação e ventilação, em gaiolas imundas, debilitadas e com sinais de maus tratos”. Também foi encontrado um pássaro Bicudo, espécie que está em extinção. 

Os agentes chegaram ao cativeiro irregular após uma denúncia anônima. A dona da casa onde estavam as aves foi autuada em mais de R$ 100 mil, por dois tipos de irregularidades: maus-tratos e por manter aves silvestres em cativeiro, maneira irregular, sem autorização do Ibama.
 
As aves apreendidas foram:

1 sabiá barranco
1 vira bosta
1 tziu
1 tico-tico do campo
1 trinca ferros
1 bicudo 
3 coleirinha papa capim
3 saís andorinha
4 tipios 
5 tico-tico 
6 canários terra

Todas as aves resgatadas foram levadas ao Zoológico Municipal de Rio Preto. 







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!