Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Governo de SP
Mônica Calazans recebe a primeira dose da Coronavac

Enfermeira de São Paulo é a primeira a ser vacinada contra Covid no Brasil; assista

Por: Da Redação
17/01/2021 às 16:04
Saúde

Mônica Calazans está no grupo de risco e, mesmo assim, atuou por vontade própria no hospital Emílio Ribas para auxiliar infectados pela Covid-19


A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira a ser vacinada contra a Covid-19 no Brasil. Ela recebeu a primeira dose da vacina Coronavac logo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberar o uso emergencial do imunizante produzido pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac, empresa chinesa, e também a Astra-Zeneca, de Oxford.

Mônica Calazans mora em Itaquera, Zona Leste de São Paulo e trabalha no Emílio Ribas, hospital de referência para a Covid-19 no Centro de São Paulo.

"A enfermeira tem perfil de alto risco para complicações da covid-19: é obesa, hipertensa e diabética. Em maio, quando a pandemia atingia alguns de seus maiores picos, se inscreveu para vagas de CTD (Contrato por Tempo Determinado) e, dentre vários hospitais, escolheu trabalhar no Emílio Ribas, mesmo ciente de que a unidade estaria no epicentro do combate à pandemia. Segundo ela, a vocação falou mais alto", disse trecho de nota enviada pelo Governo de São Paulo.

Mulher de muitos recomeços, Mônica atuou como auxiliar de enfermagem durante 26 anos e resolveu fazer faculdade já numa fase mais madura. O diploma veio aos 47. "Quem cuida do outro tem que ter determinação e não pode ter medo. É lógico que eu tenho me cuidado muito a pandemia toda. Preciso estar saudável para poder me dedicar. Quem tem um dom de cuidar do outro sabe sentir a dor do outro e jamais o abandona,” disse Mônica.

A enfermeira, que é viúva e mora com o filho Felipe, de 30 anos, conta que é minuciosa nos cuidados de higiene e distanciamento no trabalho e quando chega em casa. Aos dez meses na linha de frente, nem ela, nem o filho se infectaram com a covid-19. Outro forte motivo para tenta se proteger é o cuidado e ajuda à mãe, uma senhora de 72 anos, que vive sozinha em outra casa e que também não foi infectada.

Assista ao momento em que Mônica recebe a primeira dose da Coronavac:









Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!