Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Divulgação
Presidente do Sindpesp, Raquel Kobashi Gallinati

Salário dos delegados paulistas é o menor do Brasil, aponta levantamento

Por: Da Redação
04/01/2021 às 17:14
Cidades

De acordo com sindicato, enquanto um delegado no Mato Grosso recebe R$ 24 mil quando ingressa na carreira, em São Paulo esse valor é de R$ 10 mil


Levantamento feito pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindipesp) aponta que os policiais civis paulistas são os que recebem o menor salário inicial do País.

O delegado de polícia que inicia 2021 no Estado de São Paulo recebe R$ 10.382,48. Como comparação, no Mato Grosso, que paga o melhor salário do país, o valor é de R$ 24.451,11.

"No mesmo mês em que o Sindpesp chegou ao lamentável resultado que colocou os delegados paulistas na lanterna dos salários, o governo do Estado mandou para a Assembleia Legislativa um projeto de orçamento de R$ 246,3 bilhões para 2021, que coloca São Paulo disparado como o estado mais rico do Brasil”, afirmou Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindpesp. O segundo estado com mais recursos, Minas Gerais, prevê gastos de R$ 121,9 bilhões, menos da metade do valor paulista.

Os salários de investigadores e escrivães, levantados pelo Sindpesp, também colocam São Paulo entre os piores salários da federação. Com valor inicial de 3,931,18, estão à frente apenas de Pernambuco, Santa Catarina, Alagoas e Ceará.

A Polícia Civil paulista tem previsão de 41.912 cargos. Atualmente, 27.464 estão ocupados, o que representa somente 65,5%. "Faltam 14.448 policiais civis em São Paulo. Ou seja, trabalhamos com recursos humanos 34,5% abaixo do número ideal, o que causa sobrecarga de trabalho, estresse e reflete diretamente na qualidade da segurança pública para o povo paulista”, disse Raquel.

Os dados salariais foram levantados em todos os estados da federação, com informações de portais da transparência, setores de recursos humanos das secretarias de segurança e diários oficiais.

Dados de Pernambuco apontam que o salário inicial do delegado efetivo é de R$ 19,793,57. Durante o estágio probatório, o valor é de 9.069,81, passando para o salário inicial assim que o profissional é efetivado. "Com o início da pandemia, o governador passou a justificar que não poderia conceder reposição salarial, apesar dos policiais estarem trabalhando na linha de frente, nas ruas, enfrentando os riscos inerentes da profissão e o Covid-19”, afirmou a presidente do Sindpesp. "Pelo descaso do governo, a população do Estado de São Paulo está à mercê da criminalidade, apesar dos esforços do efetivo da Polícia Civil. Não temos condições para fazer o trabalho que a população de São Paulo merece, que é um trabalho de excelência”.







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!