Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Reprodução
Dário Saadi, do Republicanos, eleito prefeito de Campinas

Dário Saadi, do Republicanos, é eleito prefeito de Campinas

Por: Folhapress
29/11/2020 às 20:43
Política

O médico Dário Saadi (Republicanos), 57, foi eleito neste domingo (29) prefeito de Campinas, ao derrotar no segundo turno o deputado estadual Rafa Zimbaldi (PL), 39


Saadi obteve 57,07% dos votos válidos. A campanha no interior foi marcada pela ausência da figura do governador João Doria (PSDB) até mesmo entre os favoritos.


No primeiro turno, Dário recebeu 121.932 votos na cidade mais populosa do interior paulista (1,2 milhão de habitantes), o equivalente a 25,78% dos votos válidos, ante os 103.397 votos de Zimbaldi, 21,86% do total. Médico urologista, Dário foi vereador em quatro mandatos, além de secretário de Esportes de Campinas. Também foi presidente do hospital Mário Gatti.

O prefeito eleito, que disputou a eleição com o apoio de outros quatro partidos em sua chapa (DEM, MDB, PSB e PSL), também recebeu apoio do atual prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), de quem foi secretário de Esportes.

Apesar do bom relacionamento entre a atual gestão campineira e o governo paulista, Dário preferiu mostrar que tem bom trânsito com Brasília durante a sua campanha. Apresentou, por exemplo, vídeo feito com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).
Já Zimbaldi contava com outros sete partidos em sua coligação (Solidariedade, PSC, PP, PSDB, PROS, Podemos e Avante).

A campanha em Campinas foi marcada, especialmente na última semana, por troca de farpas envolvendo as candidaturas. Enquanto Zimbaldi dizia que havia duas Campinas, "uma da propaganda eleitoral do Dário e a outra de verdade", o prefeito eleito pedia que os eleitores comparassem a sua história com a do deputado.

Zimbaldi se aliou ao PSDB de Doria na cidade para fortalecer sua candidatura ao palácio dos Jequitibás. Foi alvo de ataques devido a seu apoio, como deputado estadual, a políticas do governo paulista em tramitação na Assembleia Legislativa. Na campanha, ele afirmou não ser "candidato de ninguém".

A eleição deste ano em Campinas teve 14 candidaturas registradas no TSE, uma delas a do também médico Pedro Tourinho (PT), 38, que ameaçou a posição de Zimbaldi no segundo turno.

O petista alcançou 20,49% dos votos válidos (96.905 no total, 6.492 a menos que o deputado). Também disputaram a eleição o servidor público Artur Orsi (PSD), 50, que obteve 16,72% dos votos, o empresário Wilson Matos (Patriota), 42, a aposentada Delegada Teresinha (PTB), 64, Alessandra Ribeiro (PC do B), 44, o ex-prefeito Dr. Hélio (PDT), 70, o empresário Rogerio Parada (PRTB), 54, o vereador André Von Zuben (Cidadania), 58, o oceanógrafo Rogerio Menezes (PV), 52, o servidor público Prof. Ahmed Tarique Agio (PMN), 27, a petroleira Laura Leal (PSTU), 44, e Edson Dorta (PCO), 48.







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!