Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Divulgação
Candidato disse ainda que, se eleito, pretende trazer empresas limpas para aumentar empregos na cidade pós-pandemia

SABATINA: Carlos Alexandre promete R$ 30 mi para bancar auxílio emergencial

Por: Da Redação
19/10/2020 às 14:15
Perfil dos candidatos

Comunista foi o primeiro dos 10 candidatos à Prefeitura a ser sabatinado pelo DLNews e a Record TV Rio Preto


O candidato a prefeito de Rio Preto Carlos Alexandre (PC do B) afirmou, nesta segunda-feira (19), em sabatina realizada pelo DLNews e a Record TV Rio Pretoque utilizará cerca de R$ 30 milhões do Orçamento do Município para bancar um auxílio emergencial para pessoas abaixo da linha da pobreza na cidade. Ele fala em beneficiar 10 mil famílias. Confira o vídeo abaixo.

"O bolsa emergencial municipal surge porque o governo (federal) deve parar com o auxílio emergencial até o final do ano. Temos orçamento de mais de R$ 2 bilhões (para 2021). Se eu usar 1,5% do valor do orçamento, eu consigo manter por seis meses a bolsa", afirmou o candidato.

Carlos Alexandre foi o primeiro postulante à Prefeitura de Rio Preto a ser sabatinado pelo DLNews e a Record TV Rio Preto. A entrevista desta segunda-feira (19) foi conduzida pelos jornalistas Sandro Pires, da Record, e Fabrício Carareto, do DLNews.

Em entrevista de 10 minutos, o comunista afirmou ainda que, caso seja eleito, fará um programa para atrair empresas a Rio Preto e, assim, gerar mais empregos e retomada do crescimento econômico, área que sofre com a pandemia da Covid-19. "Temos feito programa de governo para trazer indústrias a Rio Preto, principalmente as limpas, que não agridam o meio ambiente. E aumente o PIB do município", disse. 

De acordo com o candidato, o governo dele focará no trabalho para o cidadão. Ele cita, como exemplo, governo realizado no Maranhão por Flávio Dino,  também do PC do B. "Maranhão coloca o salário do professor em primeiríssimo lugar, com mais de R$ 6 mil. É isso um governo que pensa nas pessoas", afirmou.

Vila Itália
O candidato do PC do B apontou também, segundo ele, três problemas para o surgimento de favelas. No caso de Rio Preto, a comunidade da Vila Itália. "Existe vários loteamentos irregulares. Primeiro, loteador que lucrou ao lotear. Segundo, Poder Público que não tomou providência desde que o primeiro tijolo foi colocado, e compradores que se valeram disso", citou Alexandre. Ele afirmou que esteve na favela da Vila Itália nesta segunda e muitas pessoas estavam fora porque trabalham. "Precisamos tratar das pessoas".

Racionamento d’ água
Carlos Alexandre apontou ainda que, em seu governo, caso eleito, vai trabalhar para evitar vazamentos de água na cidade, o que evitaria racionamentos em tempos de estiagem. "Racionamento precisa ser enfrentado. Primeiro, reflorestamento e, segundo, desassoreamento da Represa. Terceiro, precisamos cuidar do vazamento, porque perdemos 30% de água por dia com vazamentos. Quarta questão é a orientar a população para que o consumo seja feito com responsabilidade. 

SUS
O candidato disse ainda que o Sistema Único de Saúde (SUS) precisa ser reforçado. Ele propõe, por exemplo, contratar jovens formados pelas faculdades da área de saúde de Rio Preto para atendimento na rede pública, o que desafogaria, segundo ele, filas de atendimento e espera para consulta.









Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!