Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Reprodução
Prefeito Edinho Araújo declarou à Justiça ter um Opala no valor de R$ 5 mil, como o da foto acima

Candidatos a prefeito de Rio Preto declaram à Justiça Eleitoral de dólares a Opala 89

Por: Maria Elena Covre, Fabrício Carareto e Heitor Mazzoco
19/09/2020 às 20:28
Bastidores

Quatro dos dez candidatos já apresentaram seu patrimônio à Justiça Eleitoral


Quatro lá
Até o início da noite deste sábado (19), quatro dos dez candidatos a prefeito de Rio Preto tinham registrado sua candidatura no sistema da Justiça Eleitoral: Carlos Arnaldo (PDT), Edinho Araújo (MDB), Filipe Marchesoni (Novo), Rogério Vinicius (DC). Todos ainda estão aguardando julgamento para só então se tornarem candidatos de fato.

Patrimônio
Um dos dados que mais traz atenção no registro de candidaturas, claro, é o patrimônio de cada um. Neste quesito, entre os quatro, quem sai na frente é Edinho, com R$ 1,7 milhão, seguido de Marchesoni (R$ 1 milhão), Carlos Arnaldo (R$ 40,8 mil) e Vinicius, que declarou não possuir nenhum bem.

Meu opala
No caso de Edinho, o dado curioso fica por conta de um Opala 1989, no valor de R$ 5 mil. Já Marchesoni afirma possuir 700 dólares adquiridos em 2018. Arnaldo, por sua vez, declarou R$ 10 mil em espécie.

Um "muito" e um "pode"
Ainda sobre o registro das chapas, Edinho Araújo e Carlos Arnaldo por pouco não trombaram na hora de escolher o nome das suas coligações. O emedebista foi de "Rio Preto muito mais". Já a chapa do pedetista é "Rio Preto pode mais". A diferença ficou entre um "muito" e um "pode".

Confira a coluna Bastidores na íntegra aqui.







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!