Foto por: Fernando Carvalho
Espetáculo A Fé que Acostumou a Falhar

Projeto premiado no Nelson Seixas estréia ao vivo online

Por: Da Redação
08/08/2020 às 08:52
Cidades

Exibição será às 20h seguida de bate-papo com o público

Inspirado no espetáculo "A Fé que Acostumou a Falhar”, projeto discute intolerância religiosa e é mais um premiado na edição 2020 do Prêmio Nelson Seixas. "O Avesso do Altar” faz sua primeira sessão neste sábado (8), às 20h, com uma transmissão ao vivo, online e gratuita pelo Facebook e pelo canal Núcleo Arcênico no YouTube. 
 
O documentário debate sobre o sentido da fé em tempos de intolerância religiosa, envolvendo temas atuais e urgentes como fake news, conservadorismo, extremismo político e ataques à arte, à ciência e à educação. Investiga as formações históricas de dominação religiosa e seus expoentes patriarcais mais atuais.

A obra tem direção de Alexandre Manchini Jr., ator, pesquisador e diretor do Núcleo Arcênico de Criações, e roteiro de Carolina Capelli, mestra em antropologia social. 

Estreia
Haverá um bate-papo online após a exibição da estreia, reunindo produtores, colaboradores e artistas envolvidos na peça e na obra audiovisual. O público poderá enviar perguntas e fazer apontamentos por meio dos comentários.

O documentário começou a ser gravado durante a temporada de oito apresentações de "A Fé que Acostumou a Falhar” realizada em setembro de 2018, na Swift, em São José do Rio Preto. Com direção de fotografia de Guilherme Di Curzio, "O Avesso do Altar” mescla cenas do registro audiovisual do espetáculo e depoimentos de artistas do Núcleo Arcênico. 
 Entre as inúmeras reflexões, os artistas repercutem os ataques recebidos na época das apresentações na cidade de Buritama, onde moradores reagiram negativamente ao trabalho e tentaram impedir a realização da segunda sessão por conta da nudez.

Outras atividades
Outra exibição ao vivo de "O Avesso do Altar” será realizada no dia 15 de agosto, às 20h, com um debate na sequência, reunindo convidados da área do audiovisual de São José do Rio Preto. 

Após as exibições ao vivo, o documentário permanecerá disponível no canal do YouTube do Núcleo Arcênico. 
 
No dia 22 de agosto, às 20h, haverá lançamento de um artigo redigido por Carolina Capelli baseado nos questionamentos levantados pelo documentário, a partir de um viés antropológico. O documento será publicado nos perfis do documentário nas redes sociais.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!