Foto por: Senado Federal
Aloysio quer que Justiça decrete sigilo em ação movida pelo MP

Aloysio pede segredo de Justiça em ação por suposto recebimento de propina

Por: Heitor Mazzoco
30/07/2020 às 13:20
Bastidores

Ministério Público acusa ex-senador rio-pretense de receber R$ 500 mil da Odebrecht

Sigilo
O ex-senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) pediu que a Justiça  decrete segredo de Justiça na ação movida contra ele pelo Ministério Público por suposto recebimento de propina no valor de R$ 500 mil. O valor teria sido repassado pela empreiteira Odebrecht, como financiamento de campanha para o Senado Federal em 2010, quando foi eleito.

Pedido
Os advogados do ex-senador rio-pretense alegam que as investigações correram em segredo de Justiça e não há necessidade de exposição. "Desta maneira, a inobservância do sigilo dos autos além de colocar em risco toda proteção do acusado, está gerando publicações1 que resultam em diversas consequências imensuráveis à reputação e à segurança não só do Requerente, como também de toda sua família", citam os advogados.

’Ex-rio-pretense’
Quem está com a ação movida pelo Ministério Público contra o ex-senador Aloysio é Emilio Migliano Neto, que já atuou na esfera criminal em Rio Preto e é considerado um magistrado combativo, principalmente contra ações de organizações criminosas. Em 2006, ele deixou Rio Preto e assumiu Vara Cível em São Paulo.

Desta maneira, a inobservância do sigilo dos autos além de colocar em risco toda proteção do acusado, está gerando publicações1 que resultam em diversas consequências imensuráveis à reputação e à segurança não só do Requerente, como também de toda sua família.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!