Edinho prorroga decreto que impõe lei seca e fecha supermercados aos sábados e domingos

Por: Da redação
28/07/2020 às 18:26
Cidades

Novo decreto, no entanto, amplia funcionamento dos estabelecimentos de segunda a sexta, que poderão abrir das 6h às 24h

A Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Saúde, em consonância com o Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus, prorroga o prazo do decreto publicado no último dia 16 de julho que restringiu o funcionamento de hipermercados e supermercados aos sábados e domingos e a venda de bebidas alcoólicas.

O novo decreto será publicado no Diário Oficial na quinta-feira, dia 30, e terá validade até o próximo dia 10 de agosto. O novo texto, porém, traz uma novidade: os supermercados e hipermercados poderão funcionar de segunda a sexta-feira das 6h às 24h.

"Tomamos essa medida para que as pessoas possam ter mais tempo para fazer suas compras durante a semana. Essa alteração visa evitar ao máximo o número de pessoas ao mesmo tempo no mesmo estabelecimento”, afirmou o prefeito Edinho Araújo em reunião realizada com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus.

O decreto proíbe a venda de bebidas alcoólicas em todos os estabelecimentos comerciais do município entre às 20h e 6h da manhã de 2ª a 6ª feira e durante as 24 horas aos sábados e domingos. O decreto também proíbe a abertura de supermercados e hipermercados aos sábados e domingos.

"Estamos registrando um aumento de novos contaminados e pessoas internadas. A situação dos hospitais que atendem a cidade já está preocupante. Temos grande risco de retornarmos a fase vermelha, mais restritiva, caso o avanço da contaminação não seja controlado imediatamente”, informou o secretário de Saúde, Aldenis Borim.

O comitê continuará monitorando diariamente o número de casos, a ocupação dos leitos e outros indicadores da Covid-19 e informando a população com transparência.

 

APAS

O presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), José Luiz Sanches, diz acreditar que a associação não deve entrar na Justiça mais uma vez para derrubar o decreto de Edinho. 

O caso chegou ao STF e a decisão final  foi em prol da prefeitura em decisão proferida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Antonio Dias Toffoli, fez com que supermercados ficassem fechados no último final de semana. 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!