Foto por: Divulgação
Warlen Miiller, coordenador MBL Rio Preto

Líder do MBL é processado pela Constroeste, que pede R$ 100 mil de danos morais

Por: Da Redação
28/07/2020 às 08:26
Bastidores

Segundo empresa, vídeo gravado por pré-vereador do DEM diz que empresa ganhou licitação por meios escusos

Dano moral 1  
O líder do Movimento Brasil Livre (MBL) em Rio Preto, Warlen Miiller, pré-candidato a vereador pelo DEM, foi processado pela Constroeste após dizer, em vídeo, que "a empresa condenada” venceu quatro licitações em 15 dias junto à Prefeitura de Rio Preto. Para a Constroeste ficou claro que Miller diz que os contratos foram firmados por "meios escusos”. A empresa pede R$ 100 mil por dano moral.

Dano moral 2
Em recente petição, Miller disse que a ação deve ser julgada improcedente porque a Constroeste não "comprovou existência de informação falaciosa, tampouco existência de dano moral”. Miiller citou em defesa que as críticas eram para o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB).

Limonada 
E se o objetivo era faturar em cima do barulho que a ação provocaria, método comum no movimento, Warlen  parece ter conseguido seu intento. Correu fazer outros vídeos nas redes sociais se dizendo vítima de tentativa de censura da poderosa empresa. 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!