Foto por: Divulgação
Cristiano Pádua, delegado-chefe da PF de Rio Preto

Caixa e Ministério da Cidadania vão cruzar dados para pegar fraudadores do auxílio emergencial

Por: Maria Elena Covre, Fabrício Carareto e Heitor Mazzoco
21/07/2020 às 20:47
Bastidores

Em Rio Preto, Prefeitura já notificou servidores que teriam recedido indevidamente e PF está atrás de gente "com vida de rico" que está na lista de beneficiários

Investigação 
O Ministério Público Federal e a Polícia Federal (PF) definiram estratégia para investigar pessoas que receberam auxílio emergencial em tempos de pandemia de maneira irregular. Em um primeiro momento, o Ministério da Cidadania e Caixa Econômica Federal farão o cruzamento de dados e aplicarão filtros de pesquisa. Renda, patrimônio pessoal e participação em empresas serão considerados na análise. 

Trâmite 
Após a Caixa confirmar que há indícios de fraude, o caso será enviado à Polícia Federal para apurar possíveis ações de grupos criminosos que usaram documentos de outras pessoas para golpes. Posteriormente, casos pontuais de pessoas sem necessidade em receber o auxílio também virarão alvo da PF.

Servidores
Em casos de servidores civis ou militares, os casos serão enviados aos órgãos para apuração disciplinar interna. Caso seja confirmado que um servidor recebeu o auxílio, o órgão deverá comunicar o MPF para abertura de procedimento que pode resultar em ação penal. Segundo a PF, pessoas que receberam auxílio sem necessidade responderão por estelionato majorado. 

Prefeitura de Rio Preto
A Secretaria de Administração de Rio Preto notificou 16 servidores que supostamente receberam o auxílio emergencial. O secretário Luis Roberto Thiesi aguarda o contraditório dos servidores. Ele lembra, inclusive, que pode ocorrer casos de golpes de criminosos com CPF de terceiros.  A PF de Rio Preto também tem uma lista de suspeitos de irregularidade. São pessoas que, segundo o delegado-chefe Cristiano Pádua, moram em condomínios de alto padrão e têm carros de luxo, mas estão na lista de beneficiários. 

Força-tarefa 1
Com o número crescente de casos de Covid-19 em Rio Preto,  o elevado número de profissionais da saúde infectados pelo novo coronavírus, provocando "apagão” de recursos humanos no setor, a Prefeitura de Rio Preto está remanejando servidores para atender as necessidades da crise sanitária. 

Força-tarefa 2 
Nesta semana, por exemplo, sete servidores da Secretaria da Cultura começaram a trabalhar na Secretaria da Saúde. Um outro da Cultura começa a partir do dia 3 de agosto. O Secretário de Administração, Luis Roberto Thiesi, que assina os remanejamentos, afirmou que estes servidores atuam apenas na esfera administrativa. No começo do mês, outras 30 pessoas lotadas na Educação foram realocados também. 

Força-tarefa 3 
De acordo com as publicações, os servidores remanejados podem receber por insalubridade, a depender do local em que estejam trabalhando.

Com aplauso 
O diretor-executivo da Funfarme, médico Jorge Fares, 65 anos, foi transferido da unidade semi-intensiva do Hospital de Base (HB) de Rio Preto para o quarto nesta terça-feira (21). Durante a transferência, ele foi aplaudido por funcionários que acompanham sua luta contra a Covid-19. O momento emocionante foi registrado e logo se espalhou por grupo de Whatsapp. (Veja vídeo aqui)

Sem previsão  
Fares, que está internado desde o dia 20 de junho, tem o quadro clínico estável, respira espontaneamente, alimenta-se normalmente, caminha e iniciará exercícios de reabilitação física, sob orientação e acompanhamento de fisioterapeuta. Não há previsão de alta hospitalar.

Em Bady 1
Morreu nesta terça-feira (21) o ex-vereador de Bady Bassitt Antônio Marques de Mendonça Filho, também conhecido como Mandioca. Ele tinha 65 anos e estava internado havia 10 dias no hospital Austa, em Rio Preto, com Covid-19. 

Em Bady 2
Mandioca, que atualmente trabalhava como assessor parlamentar no município, presidiu a Câmara de Bady por três vezes. Ele é o segundo ex-presidente do Legislativo a perder a vida para doença. Antônio Damásio, 70 anos, morreu de Covid-19 no último dia 9 de julho. 

Fake News 1
Os vereadores aproveitaram a sessão desta terça-feira (21) para reclamar que estão sendo alvo de fake news. As principais críticas foram dirigidas ao Movimento Brasil Livre (MBL), que tem divulgado nas redes sociais que a Câmara aumentou o salário do prefeito Edinho Araújo (MDB) neste ano. Os parlamentares alegam que não houve reajuste e que apenas concederam o índice de reposição da inflação de 4,31%.

Fake News 2
Mas quem se mostrou mais transtornada foi a vereadora Claudia de Giuli (MDB). Aos prantos na sessão virtual, ela afirmou que, por conta de fake news criticando seu trabalho como protetora dos animais, ficou dez dias trancada em casa e que pensou "até em coisa errada”.

Paróquia agitada 1
Ninguém tem dúvidas de que o destino do DEM de Rio Preto nas eleições municipais deste ano será decidido por Rodrigo Garcia. Mas, com a Covid-19 inviabilizando no momento qualquer agenda paroquiana com o vice-governador, as reuniões promovidas pelo deputado federal Geninho Zuliani na cidade nesta segunda (20) provocaram agitação. 

Paróquia agitada 2
Isso porque, Zuliani, tido como homem de confiança de Rodrigo Garcia, visitou o ex-deputado estadual Orlando Bolçone (DEM), o prefeito Edinho Araújo (MDB) e, entre as duas agendas, reuniu-se com um grupo de pré-candidatos a vereador. E também reservou espaço para uma conversa particular pedida pelo vereador Fábio Marcondes (PL). Daí que explodiram especulações. 

Papo reto 
Marcondes foi na linha papo reto com Geninho. Estrategicamente, ele apresentou-se a Geninho como pré-candidato ao cargo de prefeito, dizendo ter apoio do PSL com Marcos Casale como vice. E pediu o apoio do DEM. Ou, então, que o Democratas o apoie como vice-prefeito de Edinho. Este, sim, seu sonho de consumo. Conversaram sobre esses dois cenários. Geninho teria ficado de analisar...

Pulga atrás da orelha 
A conversa de Geninho com Edinho, por outro lado, colocou pulga atrás da orelha de parte do grupo político de Bolçone que não tem ligação orgânica com o DEM. São pessoas que gostam muito mais da ideia de vê-lo como candidato a prefeito, numa parceria que poderia ser construída com o PSDB de Renato Pupo, do que como vice de Edinho. Tudo, até agora, desenhos no ar.

Edinho postador 
Com ou sem vice definido, com uma pandemia no calcanhar e sem poder fazer o que mais gosta, que é apertar mão de eleitores na rua, o prefeito Edinho Araújo (MDB) decidiu turbinar suas redes sociais. Desde o último final de semana, os observadores já detectaram postagem em que o emedebista vende seu peixe no Instagram, com vídeos muito bem produzidos, diga-se de passagem. Num deles, o emedebista fala do número de árvores plantadas na cidade e da importância do Meio Ambiente. Em outra postagem, uma foto mostra o antes e depois da UBS da Vila Mayor, reformada e entregue nesta terça (21). 

Edinho curtidor 
Outra mudança percebida pelo povo que não deixa passar nada batido é que o perfil pessoal do prefeito anda mais interativo, curtindo postagens de vereadores e pré-candidatos aliados. Uma das que ganhou um coraçãozinho vermelho, por exemplo, foi a gerente do Calçadão, Lurdinha Barbosa, candidata a vereadora pelo DEM. 

Vara da infância 
"Violência contra Crianças e Adolescentes” é o tema de Webinar reunirá o juiz da Vara da Infância e Juventude de Rio Preto, Evandro Pelarin, e o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício Cunha. A atividade, que é uma iniciativa do magistrado, vai ocorrer no dia 31 de julho, às 9h, com participação gratuita. "Acho que vai ser um evento importante para nós, de Rio Preto. Vamos ter conhecimento maior e melhor dos dados nacionais do tema e das ações do governo federal às quais nossa comarca poderá aderir ainda mais”, diz o juiz. 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!