Foto por: Divulgação
Manifestantes fincam cruzes em canteiro da avenida

Ato liderado por Cacau Lopes finca cruzes em frente à Prefeitura e pede lockdown

Por: Da Redação
03/07/2020 às 17:24
Bastidores

Objetivo foi demonstrar luto pelas vítimas da Covid-19 e protestar contra flexibilização da economia

Ato de protesto  
Liderado pelo médico sanitarista e professor da Famerp Cacau Lopes, um grupo de críticos à flexibilização da atividade econômica no atual estágio da pandemia do coronavírus em Rio Preto organizou, no final da tarde desta sexta-feira (3), protesto silencioso em frente ao prédio da Prefeitura, na avenida Alberto Andaló. 

Cruzes pelos mortos 
Os ativistas defendem o isolamento total da cidade, ou um lockdown de fato, como forma de conter o avanço da Covid-19. Para chamar a atenção, o grupo cravou dezenas de cruzes no canteiro central da avenida simbolizando as mortes provocadas pela doença no município. 

Lockdown
"Este ato é em favor da vida e contra a negligência do prefeito em relação à Covid-19. Rio Preto tem mais de 3 mil casos da Covid-19, 86 pessoas já morreram, devemos chegar a cem na próxima semana e a gente não vê uma atitude mais séria para prevenir. Queremos uma medida séria de isolamento total na cidade”, afirmou o médico, que já foi secretário de Saúde de Edinho Araújo (MDB) no seu primeiro mandato.  

Sem aglomeração 
Segundo Cacau, a ideia foi mobilizar poucas pessoas para evitar aglomerações e chamar a atenção pelo gesto e pelas cruzes. Todos os ativistas usaram preto em sinal de luto. 







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!