Foto por: Divulgação/ Prefeitura de Rio Preto
Jair Moretti, presidente da Riopretoprev

Sindicato pede para que Prefeitura adie aumento de contribuição previdenciária

Por: Da Redação
02/06/2020 às 16:15
Bastidores

Segundo os sindicalistas, como o reajuste salarial dos servidores foi impedido por lei federal, a Prefeitura não deveria subir a alíquota previdenciária, afim de não provocar uma perda significativa nos vencimentos.

 O Sindicato dos Servidores de Rio Preto quer adiar a cobrança da nova alíquota previdenciária aplicada aos funcionários públicos estatutários. Um ofício foi enviado para o prefeito Edinho Araújo (MDB) solicitando a pausa nas cobranças em relação aos servidores estatutários – aqueles aprovados em concursos.
A contribuição para a previdência foi alterada neste ano de 11% para 14%. Segundo os sindicalistas, como o reajuste salarial dos servidores foi impedido por lei federal, a Prefeitura não deveria subir a alíquota previdenciária, afim de não provocar uma perda significativa nos vencimentos.
"Esperamos que o prefeito atenda o nosso pedido e adie a aumento para 14%, isso por que todos os servidores serão prejudicados com esse aumento do desconto pelo momento que estamos vivendo e ainda vamos viver nos próximos meses”, afirmou a presidente do sindicato, Sanny Lima Braga.

A lei federal que impede o reajuste salarial também veda a concessão de direitos e benefícios aos servidores públicos até dezembro de 2021.
Em Rio Preto a contribuição dos servidores autárquicos é destinada à Riopretoprev, autarquia responsável pela previdência dos funcionários públicos municipais.
O mesmo documento foi encaminhado à Câmara Municipal.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!