Foto por: Arquivo Pessoal/ Thiago Passos
Secretário de Administração de Rio Preto, Luís Roberto Thiesi

Na Câmara, secretários pedem paciência a convocados da Educação

Por: Da Redação
19/05/2020 às 20:55
Política

O maior problema é relativo a professores que atuavam na rede particular ou pública de outras cidades da região.

Os secretários de Administração, Luís Roberto Thiesi e de Educação, Sueli Costa, foram à Câmara Municipal nesta segunda-feira (19) e prestaram esclarecimentos sobre o recuo da Prefeitura de Rio Preto na convocação de 149 aprovados em concurso público para o preenchimento de vagas na rede municipal de ensino. Apesar das falas terem durado pouco mais de uma hora, nenhuma solução prática foi apresentada e ambos pediram paciência para os convocados.


Segundo Thiesi, o principal problema relativo a convocação dos candidatos é a falta de dinheiro. A prefeitura estima um deficit na arrecadação de R$ 33,5 milhões com a pandemia de coronavírus. Dinheiro que iria diretamente para os caixas do Executivo e com destino primário o pagamento dos funcionários. "A despesa com os 133 convocados, que entregaram a documentação, seria de R$ 671 mil por mês. E temos a Lei de Responsabilidade Fiscal e resoluções do Tribunal de Contas para cortar despesas neste momento. Devemos obediência à legislação por isso peço paciência. A orientação é contratar o mais rápido possível", disse o secretário. 

O maior problema é relativo a professores que atuavam na rede particular ou pública de outras cidades da região. Muitos deles pediram exoneração ou demissão dos antigos empregos a pedido da Prefeitura e se mudaram para Rio Preto. Mas, com o recuo na convocação, eles ficaram sem os antigos postos de trabalho e sem perspectiva de um novo chamado.

"Tivemos que mudar o nosso fazer. Foi um rompimento do planejamento para este ano”, afirmou Sueli Costa. Para este ano, a Secretaria de Educação divulgou um aumento de 2,5% no número de alunos da rede pública, que conta com 40 mil estudantes. A perspectiva é que este número aumente após a pandemia

Projetos
Entre os projetos analisados os vereadores aprovaram em 1ª votação o novo Código Sanitário Municipal. A 2ª votação, quanto ao mérito da proposta, só será feita após vista pedida por Pedro Roberto (Patriota).
Outra proposta aprovada foi a de Zé da Academia (Patriota) que instaura regras para alteração de informações no portal da Transparência do município.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!