Foto por: Arquivo pessoal
Eluana Coutinho vai receber medula óssea do primo

Eluana é internada para receber nova medula

Por: Karol Granchi
19/05/2020 às 17:08
Saúde

Eluana Coutinho está acompanhada pela mãe em quarto provisório do Hospital de Base de Rio Preto

Com transplante de medula óssea marcado para o início de junho, Eluana Coutinho, 32, foi internada na manhã desta terça-feira (19) para iniciar o  tratamento com anticorpos, que antecede o procedimento.

A paciente está acompanhada pela mãe em um quarto provisório. Eluana passou pelo novo protocolo do HB, que testa os pacientes para o novo coronavírus (Covid-19). Após o resultado, que deve ficar pronto nesta quarta (20), ela será transferida para o quarto definitivo, onde colocará o cateter e iniciará o tratamento.

O tratamento com anticorpos deve durar em torno de uma semana, depois, Eluana passará por um procedimento ainda mais incisivo – o de "matar” sua medula para receber uma nova (as células que ocuparam o espaço intraósseo serão destruídas para que o paciente possa aceitar o novo órgão).

Durante esse período, Eluana enfrentará efeitos colaterais fortes – ficará muito fraca, terá vômitos, dores no estômago e diarreia. Além disso, sofrerá a queda de cabelo. Enquanto isso, o primo e doador, Marcelo Fernando, 38, já estará internado e tomando os medicamentos necessários para o transplante.

O procedimento está marcado para o dia 2 de junho. A chance de cura é de 50%.

"Se Deus quiser vai dar tudo certo sim e eu vou ficar bem”, disse.

 Na web

A moradora de Monte Aprazível se destacou na web e ficou conhecida na região após divulgar um vídeo no ano passado incentivando a doação de medula, que viralizou com mais de 70 mil curtidas.

No ano passado, um doador 100% compatível, de São Paulo, desistiu do procedimento. A chance de compatibilidade é de um entre 100 mil.

Desde outubro do ano passado, Eluana está afastada de qualquer tipo de tratamento – sua doença avançou para um estágio em que seu corpo rejeita as medicações.

Seja um doador

O Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea, criado em 1993, centraliza todas as informações cadastrais de pessoas dispostas a doar medula óssea para pacientes que não possuem doadores na família. 

Quando um paciente precisa de transplante, o registro é consultado e, se houver um doador compatível, o mesmo é convidado a fazer a doação. Os registros podem ser consultados no site: http://redome.inca.gov.br.

Quem pode se cadastrar

Pessoas entre 18 e 55 anos que estejam em bom estado de saúde (sem doenças infecciosas ou incapacitantes).

Basta apresentar um documento oficial com foto (ex: RG e CNH). O doador deverá preencher um formulário com dados pessoais, que precisa ser atualizado constantemente (caso haja mudança de endereço, telefone ou outras informações, o doador precisa ir ao Hemocentro de sua cidade para fazer a atualização).

 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!