Foto por: Reprodução/Facebook
Diretora regional estadual de saúde, Silvia Elisabeth Forti Storti

Estado estima 9 mil casos na região e prevê ’limpa’ em hospitais para atender Covid

Por: Heitor Mazzoco
15/05/2020 às 20:54
Saúde

De acordo com plano estadual, caso o número de infectados aumente, leitos de UTI dos hospitais de referência - como HB e Santa Casa - serão destinados exclusivamente a pacientes infectados pelo novo coronavírus

A região de Rio Preto pode ter 9.108 pessoas infectadas pela Covid-19. A estimativa foi divulgada pela diretora regional estadual de saúde, Silvia Elisabeth Forti Storti, na reunião com prefeitos da região realizada na quarta-feira (13). O DLNews teve acesso ao vídeo em que ela diz que, em caso de agravamento dos casos, cidades pequenas da região serão utilizadas para receber pacientes que necessitem de UTI. Assim, hospitais de referência, como o Hospital de Base de Rio Preto, ficam exclusivos para pacientes com Covid-19. 

Em Rio Preto, a estimativa é de que a cidade tenha 4.607 pessoas infectadas pela doença. Silvia explica, no entanto, que a cidade será referência para outras regiões do Estado de São Paulo, e que pacientes de fora região devem ser transferidos para Rio Preto. "Rio Preto será referência para outras regiões. Vamos receber pacientes de outras regiões. Vamos usar hospitais pequenos, se necessário". A cidade tem, até esta sexta-feira (15), 407 infectados e registrou 11 mortes. 

Rio Preto tem dois hospitais de referência para o tratamento de Covid-19: Hospital de Base e Santa Casa. O Hospital João Paulo foi adaptado para também receber pacientes. Caso a situação se agrave, pacientes com necessidade de atendimento em UTI serão encaminhados para Ibirá e Tanabi.Estas cidades podem receber pessoas com AVC ou infarto, por exemplo. Com essa medida, explica Silvia, os leitos de UTI em Rio Preto ficarão exclusivos para atendimento de infectados por Covid-19. 

Na sequência, Catanduva aparece como a segunda cidade com mais casos da doença, segundo a estimativa. São 1.219 pessoas que podem se infectar na cidade. Na região, três hospitais (Padre Albino e Emílio Carlos, em Catanduva, e Santa Casa, em Novo Horizonte) são as referências para tratar pacientes com coronavírus. "Se necessário, e com a flexibilização da abertura do comércio, o que nós vamos fazer? ’Limpar’ o Padre Albino, deixar os leitos do Padre Albino e Emílio Carlos para Covid, e vamos internar os outros pacientes nos hospitais de retaguarda", afirmou a diretora.

Em caso de situação grave, os pacientes com outras doenças que necessitarem de UTI serão transferidos para Cajobi, Tabapuã, Santa Adélia e Pirangi. 

Em Votuporanga, o Estado estima em 954 casos de Covid-19. Lá, a referência para o tratamento é a Santa Casa da cidade, que será exclusiva, caso necessário, para pacientes com coronavírus. As outras pessoas serão transferidas para Cardoso, Nhandeara, Macaubal e Riolândia. 

A situação mais complicada, segundo Sílvia, é em Fernandópolis. Isso porque a Santa Casa local está sob intervenção. "Vão precisar do Hospital de Base (de Rio Preto)", cita Silvia. Na cidade, a estimativa é de que 691 casos de Covid-19 ocorram. 

Em Jales, a estimativa é de 491 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. "Nos deu um susto muito grande no último final de semana. Temos que contar casos de H1N1, dengue. Lá estavam com 7 leitos e 7 ocupados. Mas lá conseguimos ampliar o número de leitos", diz Sílvia. Os hospitais de apoio na região serão os de Urânia e Palmeira D’Oeste. 

Veja abaixo a estimativa de casos de Covid-19 na região de Rio Preto segundo a estimativa feita pelo governo do Estado:
Rio Preto - 4.607
Catanduva - 1.219
Votuporanga - 954
Fernandópolis - 691
Mirassol - 598
Olímpia - 548
Jales - 491
Total - 9.108
Fonte: Diretoria Regional de Saúde






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!