Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Foto por: Ivan Feitosa/Prefeitura de Rio Preto
Prefeito Edinho reunido com integrantes da Acirp

Aumenta carga de pressão para Edinho liberar comércio

Por: Maria Elena Covre, Fabrício Carareto, Lucas Israel e Heitor Mazzoco
13/04/2020 às 20:29
Bastidores

Após buzinaço, foi a vez de lideranças da Acirp entregarem ao prefeito um "plano para flexibilização responsável" das atividades econômicas


Tensão máxima 
O prefeito Edinho Araújo (MDB) teve mais um dia marcado por intensa pressão para liberar as atividades comerciais em Rio Preto. Pela manhã, uma carreata com buzinaço e faixas com os dizeres "Deus Acima de Todos” percorreu vias da cidade, passando pela avenida Alberto Andaló, onde fica a prefeitura. À tarde foi a vez de representantes da Acirp, liderados pelo presidente Kelvin Kaiser, se reuniram com o emedebista para a entrega de um documento batizado de "plano para flexibilização responsável” das atividades econômicas no município. 

Explica melhor 1
Segundo Kelvin Kaiser, por meio de nota, o plano de reabertura do comércio foi elaborado pela Acirp tendo como base as características de Rio Preto. "Esta reunião não foi realizada para mudar o decreto municipal. O que pedimos ao prefeito foi uma melhor interpretação de algumas atividades econômicas dentro do decreto, até o dia 22 de abril”, diz ele. 

Explica melhor 2
Ainda segundo o presidente da Acirp, o empresário precisa entender se sua atividade está condizente ao que se especifica no documento e quais são as medidas restritivas que têm de ser tomadas caso ele possa abrir. "À medida que o Decreto vai ficando mais claro, os empresários vão entendendo, vão se adaptando, vão começando a achar uma maneira de trabalhar, de fazer a sua empresa girar sem desrespeitar as leis. E, para esta ação, estamos aguardando retorno do prefeito”, segue a nota.  

Só até o dia 22
A Acirp também encaminhou ao governador João Doria, ao vice-governador Rodrigo Garcia e ao presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alfredo Cotait, proposta de estudo e adoção o mais breve possível de medidas de flexibilização das regras de isolamento horizontal vigentes, após o dia 22 de abril – data do término da vigência do decreto estadual. 

Particularidade 
"O que defendemos no plano é que cada município tem sua particularidade e que algumas atividades podem ser flexibilizadas de forma responsável, cumprindo todos os critérios técnicos da Secretaria de Saúde.” 

Já deu tempo
O DLNews apurou que dentro da Acirp o entendimento é de que a entidade já deu ao prefeito o voto de confiança que ele pediu em 20 de março, mas que a realidade agora é outra. Para as lideranças empresariais, o serviço de saúde o município teve tempo de se organizar de lá para cá. "O que ninguém mais aguenta é uma indefinição. Não saber quando e como vai poder voltar a trabalhar”, afirmou um dos integrantes da entidade. O prefeito disse que vai analisar o documento que recebeu dos representantes da entidade antes de se pronunciar. 

Mais politizado 
Já os buzinaços, bem mais politizados, dão sinais de que vão continuar. Embora ninguém tenha reivindicado oficialmente a organização da atividade, a estética do protesto segue a mesma das ações de grupos bolsonaristas neste final de semana em São Paulo. Danila Azevedo, que lidera o Movimento Bolsonaro Rio Preto, era uma das manifestantes mais empolgadas e falantes nas lives com discursos efusivos contra o isolamento social. 


Acuados 1
A contaminação política do debate sobre o coronavírus chegou ao ponto de médicos que expõem publicamente suas posições, especialmente em favor de medidas de isolamento social ou de prudência em relação à cloroquina, relatarem ofensas e até intimidações.  

Acuados 2
Três profissionais de Rio Preto contaram ao DLNews, com condição de preservação de seus nomes, situações inimagináveis dois meses atrás pela categoria. "De repente, viramos a Geni da vez”, disse um deles. "Ou a gente fecha a boca ou leva pedrada”, completou. O profissional afirma que virou alvo de grosseria até em grupo de racha de futebol no Whatsapp. 

Quer cloroquina? Toma
Outro que figura entre os médicos mais bem relacionados, e diplomáticos, nas rodas sociais disse que o radicalismo é tão grande que decidiu mudar de postura. "Quer tomar cloroquina? Toma.” Ele revelou ter ficado chocado com o nível de pancadaria a que os profissionais estão expostos ao se posicionar. "Cheguei a receber e-mails com ofensas”, contou. 

Quebrou a confiança 
"Eu dei uma posição profissional, e somente porque fui questionado enquanto médico, e a pessoa se irritou com minha resposta. Fiquei sem ação”, contou um terceiro profissional ouvido pela coluna, que vê a contaminação política do tema influenciar inclusive a relação de confiança paciente/médico.  

No flagra 
Somente no último feriadão, da sexta-feira Santa (dia 10) a domingo (dia 12), a Prefeitura de Rio Preto autuou 12 estabelecimentos funcionando fora das regras impostas pela quarentena, média de quatro por dia. No total, desde que as restrições passaram a vigorar, no dia 24 de março, foram 83 flagrantes de irregularidades. 

Os líderes 
Restaurantes e lanchonetes lideram as autuações (14 ao todo). Na sequência estão supermercados (12), pet shops (9), bancos (6) e salões de beleza (3). A lista inclui ainda uma série de outros serviços. A multa após o processo concluído é de R$ 6 mil. 

Repertório 1 
Que memes, montagens, fakes news e outras artimanhas que correm anônimas e impunes nas redes sociais vão dar a tônica da campanha eleitoral, ninguém tem dúvida. Algumas destas "produções” que circulam pelo WhatsApp já antecipam quais os pontos que os adversários do prefeito Edinho Araújo (MDB) decidiram mirar. 

Repertório 2
A lista inclui o fechamento do Hospital Ielar, que voltou a ser lembrado em tempos de coronavírus, além da demissão dos servidores terceirizados batizados pelo governo anterior de Anjos da Guarda, uma espécie de corporação que fazia a segurança de escolas, creches e outros serviços públicos. E tem ainda a UPA do bairro Santo Antônio, cujo modelo de funcionamento gerou grande embate no início da atual gestão. 

Mais que dobrou 
Na regional do PSDB de Rio Preto, que engloba 31 municípios, os tucanos mais que dobraram o número de prefeitos, embora seu avanço tenha se dado em municípios miúdos em termos de eleitores. O partido, que ganhou nas urnas quatro prefeituras em 2016 – Adolfo, Uchôa, Paulo de Faria e Neves Paulista – , agora soma nove no total, com a filiação dos prefeitos de Ibirá, Bady Bassitt, José Bonifácio, União Paulista e Zacarias.  

O que interessa   
Juntos, os nove municípios dominados pelo PSDB na regional somam 82.523 eleitores. Do ponto de vista numérico, José Bonifácio é a conquista mais vistosa, com 25.542 votantes, seguida por Bady (13.106), União Paulista (9.776), Uchôa (7.975), Ibirá (7.717), Neves Paulista (6.218),  Paulo de Faria (5.973), Adolfo (3.956) e Zacarias (2.260).  A título de curiosidade, a menor zona eleitoral de Rio Preto (125ª) tem 88.334 eleitores, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP).

Palinha 
A médica Amália Tieco, diretora administrativa do Hospital de Base de Rio Preto, ganhou uma palhinha na live dos sertanejos Zé Neto e Cristiano neste domingo (12), feita pela dupla na casa de um de seus assessores no condomínio Damha 1. 

Contra o corona 
No meio do show, a médica surge pedindo doação ao HB para aquisição de material de segurança e outros insumos na cruzada contra o coronavírus. Até a tarde desta segunda, a live de Zé Neto e Cristiano já tinha chegado a 26,5 milhões de visualizações. 

Tal qual 
O espaço dado à diretora do Hospital de Base veio no rastro de uma ação semelhante em que artistas de grande apelo nas redes sociais – Xand Avião, Jorge e Mateus e Marília Mendonça – cederam espaço ao ministro da Saúde, Henrique Mandetta, para falar de medidas protetivas contra o vírus.  







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!