Finais põem em campo tradição vitoriosa e jejum de títulos da NFL

Por: FOLHAPRESS -
17/01/2020 às 19:30
Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Andy Reid, técnico do Kansas City Chiefs, tem uma frase para resumir suas passagens pelos playoffs da NFL: "Várias vezes voltei para ...

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Andy Reid, técnico do Kansas City Chiefs, tem uma frase para resumir suas passagens pelos playoffs da NFL: "Várias vezes voltei para casa acreditando que poderia ter ido mais longe".
É pensamento que serve também para a equipe que comanda. Dono de um histórico de fracassos em momentos cruciais, os Chiefs não conquistam ou disputam o Super Bowl, a final do futebol americano, há 50 anos.
No domingo (19), eles podem começar a quebrar essa escrita. Se vencerem o Tennessee Titans, às 17h05 (de Brasília, com transmissão da ESPN), em casa, avançarão para a decisão marcada para 2 de fevereiro, em Tampa, na Flórida.
Várias vezes desde 1970, quando venceram pela única vez, os Chiefs chegaram aos playoffs como favoritos, mas naufragaram no meio do caminho, o que é um espelho da carreira de Reid.
O treinador de 61 anos tem percentual de vitórias de 61,8% em jogos da temporada regular em 21 anos na liga. Desde o título de Kansas City, último ano antes da fusão entre a AFL (American Football League) e a NFL (National Football League), apenas os técnicos Don Shula e Bill Belichick ganharam mais do que Reid na temporada regular.
Mesmo assim, ele é marcado pelos fracassos nos playoffs, onde tem um recorde de 12 vitórias, 14 derrotas e nenhum troféu do Super Bowl.
Na atual temporada, os Chiefs têm a segunda melhor campanha da conferência AFC (Association Football League), uma das duas que compõem a NFL. O time que conseguiu o maior número de vitórias, o Baltimore Ravens, foi eliminado pelo Tennessee Titans, que visita Kansas neste domingo.
Os Titans nasceram em Houston em 1960 como Oilers, mudaram de nome, escudo e cidade em 1997. Na era do Super Bowl, tiveram pouco sucesso. Conquistaram dois títulos na antiga AFL, em 1960 e 1961.
Antes de se transformarem em Titans, o momento memorável dos Oilers foi sofrer a maior virada da história dos playoffs. Em 1992, abriram uma vantagem de 32 pontos sobre o Buffalo Bills e conseguiram sair derrotados na prorrogação.
Mesmo quando enfim chegaram ao Super Bowl, o resultado foi dolorido. Na sua única participação na final, os Titans ficaram a poucos centímetros de empatarem no último lance contra o Saint Louis Rams  e perderam por 23 a 16.
O certo é que o representante da AFC será um time de poucos títulos e enfrentará um oponente de currículo oposto no Super Bowl.
Pela NFC (National Football Championship), o San Francisco 49ers recebe em casa o Green Bay Packers também neste domingo, às 20h40 (de Brasília).
Somados, estarão em campo nove títulos do Super Bowl, mas nenhum tão recente. A última conquista do Packers aconteceu em 2011. O jejum do 49ers é mais longo ainda: data de 1995.
Outra diferença em relação à AFC é que as duas equipes da NFC com as melhores campanhas na temporada regular ainda estão vivos e passaram pelo Divisional Playoffs, a semifinal de conferência, sem precisarem de viradas.
Já o Kansas City Chiefs teve de reverter uma desvantagem de 24 pontos contra o Houston Texans.
Os Packers passaram pelo Seattle Seahawks por 28 a 23, e os 49ers superaram o Minnesota Vikings por 27 a 10.
Ao ficar com a melhor campanha, os 49ers conseguiram a chance de jogarem em seu estádio e evitarem o frio desta época do ano no Lambeau Field, casa dos Packers, onde a temperatura na final da NFC diante do New York Giants em 2008 chegou à sensação térmica de -25º C.
Classificar-se ao Super Bowl (e depois ganhá-lo) seria importante para o quarteback Aaron Rodgers, considerado um dos melhores da história da NFL, consolidar seu legado. Apesar da fama, ele tem apenas um título da liga.
Já os 49ers querem encerrar jejum ainda mais longo. Na última vez que chegaram à decisão, em 2013, perderam para o Baltimore Ravens. A franquia ainda tenta repetir a fase de ouro dos anos 1980, quando, comandada pelo lendário quarterback Joe Montana, foi campeã em 1982, 1985, 1989 e 1990.

NA TV (ambos ao vivo na ESPN)
17h - Kansas City Chiefs x Tennessee Titans
20h30  - San Francisco 49ers x Green Bay Packers

Publicado em Fri, 17 Jan 2020 19:24:00 -0300






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!