Streaming mira brechas deixadas pela Globo em campeonatos estaduais

Por: FOLHAPRESS - CARLOS PETROCILO
17/01/2020 às 18:30
Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sem espaço nas principais competições nacionais de futebol, já que o Grupo Globo detém os direitos de transmissão do Campeonato B...

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sem espaço nas principais competições nacionais de futebol, já que o Grupo Globo detém os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, os canais de streaming miram os torneios estaduais como oportunidade de entrar nesse mercado.
Os torneios de Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul começam nos próximos dias fora do sistema de pay-per-view da emissora, mas com presença em diferentes plataformas de streaming.
O Campeonato Paranaense será o único com exclusividade pela DAZN e transmissão de todas as partidas. No Brasil desde maio de 2019, a empresa deverá pagar a cada um dos 12 clubes R$ 370 mil pelos direitos de transmissão.
Athletico e Coritiba, integrantes da elite do Campeonato Brasileiro, e Londrina e Paraná, na Série B, receberão o mesmo valor a que têm direito equipes distantes do cenário nacional. Até  a semana passada, o Athletico estava relutante diante da proposta.
Nos últimos anos, as negociações entre o clube e a Globo foram conturbadas, e a equipe chegou a ficar de fora das transmissões da emissora no estadual. No Brasileiro de 2019, os athleticanos chegaram a acordo com a Globo para transmissões pela TV aberta, mas ficaram de fora do pay-per-view.
A solução adotada pela DAZN, então, foi a de oferecer aos clubes a possibilidade de exibir os jogos e os melhores momentos em suas próprias plataformas, para sócios-torcedores, mediante login e senha.
Até o momento, Athletico e Coritiba anunciaram que usarão esse mecanismo. Os clubes poderão escolher seus próprios narradores, repórteres e comentaristas.
"As pessoas, hoje, procuram por aquilo que querem assistir, não são mais impactadas pelo que está passando nos canais de comunicação", diz Vinícius Grein, diretor de marketing do Athletico, que estima uma audiência de 26 mil sócios-torcedores em cada partida do time.
A DAZN também possui os direitos da Série C do Campeonato Brasileiro. Enquanto negociava para obter o seu primeiro estadual, baixou o preço mensal de sua assinatura, de R$ 37,90 para R$ 19,90 a partir de janeiro deste ano. "O novo preço e o contínuo investimento em direitos esportivos são parte da estratégia para continuar crescendo no país", disse a empresa em nota enviada à Folha.
O Campeonato Paranaense começa neste sábado (18), com o duelo entre União e Athletico, às 16h.
Em Santa Catarina e no Mato Grosso do Sul, os estaduais se iniciam na próxima quarta-feira (22) e terão transmissão da Globo na TV aberta, mas não no pay-per-view, espaço ocupado pelo streaming.
No Catarinense, a Globo irá exibir uma partida por rodada, enquanto a TV NSports produzirá as outras quatro para o site futebolcatarinense.tv.
Esses duelos serão comercializados no formato pay-per-view. O torcedor terá que desembolsar até R$ 99 à vista ou dividir em três parcelas --houve lotes anteriores por preços menores-- para ter acesso aos jogos.
No ato da assinatura, o torcedor indicará o seu time. A TV NSports, fundada em 2018, repassará um percentual de todas as assinatura para a Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina, que irá dividi-lo da seguinte forma: 50% para a equipe indicada pelo torcedor e 50% para os outros nove times.
Segundo Cláudio Gomes, diretor executivo da associação, esse modelo faturou R$ 1,3 milhão em 2019, primeiro ano desse formato. "No ano passado, a venda dos 10 mil pacotes superou nossas expectativas. Para este ano, esperamos atingir 20 mil pacotes", disse.
A Globo tem prioridade para escolher as partidas da primeira fase do Catarinense e no mata-mata. Há um acordo entre as partes para que tanto a emissora de TV aberta quanto a TV NSports transmitam as finais.
"O modelo acertado foi satisfatório para as partes envolvidas", disse a assessoria de comunicação da emissora. Na primeira rodada do Catarinense, a Globo irá televisionar para o estado de Santa Catarina o jogo entre Chapecoense e Avaí.
No Sul-Matogrossense, a partida inaugural, entre Águia Negra e Ponta Porã, terá transmissão da MyCujoo.
A plataforma de origem suíça também aproveita as brechas deixadas pela Globo, que prevê televisionar apenas 8 jogos dos 45 da primeira fase da competição. A MyCujoo não cobra assinaturas e afirma que lucra com espaços publicitários.

QUEM TRANSMITE CADA CAMPEONATO
Globo (TV aberta)
Gaúcho, Paulista, Carioca, Mineiro, Sul-Matogrossense, Matogrossense, Baiano, Pernambucano, Cearense, Catarinense e Goiano

SporTV, Premiere e Globoesporte.com
Carioca, Paulista, Mineiro, Gaúcho, Pernambucano e Baiano

DAZN
Paranaense

TV NSports
Catarinense

MyCujoo
Sul-Matogrossense

Publicado em Fri, 17 Jan 2020 18:02:00 -0300






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!