Jobson, do Santos, alfineta Sampaoli e elogia Jesualdo por trato pessoal

Por: FOLHAPRESS - EDER TRASKINI
15/01/2020 às 17:00
Esportes

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O volante Jobson se mostrou bastante satisfeito com a chegada do técnico Jesualdo Ferreira ao Santos para substituir o argentino Jorge...

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O volante Jobson se mostrou bastante satisfeito com a chegada do técnico Jesualdo Ferreira ao Santos para substituir o argentino Jorge Sampaoli, no comando do clube alvinegro ao longo da última temporada.
O atleta, contratado no ano passado após se destacar no Campeonato Paulista pelo então Red Bull Brasil, ficou meses sem ser utilizado por Sampaoli e, em pouco tempo, já notou diferenças importantes entre o antigo e o novo comandante.
Segundo o camisa 20, o português conversou com ele e com Alison de forma particular e ressaltou a importância de ambos para a equipe, o que não ocorreu enquanto o argentino esteve no comando. Para Jobson, Sampaoli deixava a desejar na questão pessoal.
"Sampaoli é bem elétrico e Jesualdo é mais tranquilo. Procura conversar mais e ver o ser humano, isso faltava para o Sampaoli, faltava procurar entender o lado do jogador. Jesualdo olha no olho de todo mundo para saber o que está acontecendo. Ele tem essa visão experiente. Disse que veio para continuar o trabalho e dar um passo a mais para ser campeão. A diferença é essa. Ele olha no olho e faz você querer correr o triplo por ele, porque é uma pessoa especial", declarou.
O Santos terminou a temporada com Alison como titular e Pituca, atleta que mais atuou no ano, perdendo espaço. Jobson era apenas reserva dos dois e atuou apenas quatro vezes desde que chegou ao clube. A justificativa de Sampaoli era que o volante ainda não estava adaptado ao sistema de jogo dele, mas Jobson está otimista por 2020 e avisa: não chegou ao Santos por acaso.
"Otimista você tem que estar só por vestir essa camisa; Não caí aqui de paraquedas. Estou otimista para jogar mais vezes e mostrar meu futebol. Jesualdo procura passar confiança para, dentro de campo, desempenhar um bom papel. Ele disse que eu e Alison somos ótimos jogadores. Falou que tenho que me adaptar a jogar de primeiro (volante), de segundo (volante) e até de zagueiro", explicou.
O jogador briga agora por uma vaga entre os titulares do Santos, que vai estrear na temporada no dia 23 de janeiro, às 19h15, quando receberá justamente o Red Bull Bragantino, resultante da parceria entre o ex-clube de Jobson e a equipe de Bragança Paulista (SP), na Vila Belmiro.

Publicado em Wed, 15 Jan 2020 16:42:00 -0300






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!