Foto por: Divulgação
Bolçone e Valdomiro: nomes do PSB à Prefeitura de Rio Preto

Bolçone é visto como alternativa para salvar candidatura do PSB à Prefeitura de Rio Preto

Por: Maria Elena Covre, Fabrício Carareto e Lucas Israel
13/01/2020 às 20:06
Bastidores

Ex-deputado seria única opção do partido caso o ex-prefeito Valdomiro Lopes não consiga viabilizar seu nome devido a condenações na Justiça

Plano B, de Bolçone 1
A nova condenação do ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) por improbidade administrativa na Justiça, tornada pública nesta segunda-feira (13), empurra com força, e a contragosto, o ex-deputado federal Orlando Bolçone (PSB) de volta ao palanque na briga pela cadeira de Edinho Araújo (MDB) neste ano. 

Plano B, de Bolçone 2
Esta é uma das poucas saídas vislumbradas por quem avalia de dentro o cenário imposto ao PSB hoje, que não teria outra liderança para a cabeça de chapa se o ex-prefeito não reverter suas encrencas nas várias instâncias do Judiciário. A menos que o grupo tenha um nome a ser fisgado de outra legenda para tirar da cartola. 

Munição de grosso calibre 
Mesmo que em primeira instância, com ampla margem para recurso, a última decisão da Justiça representa munição de grosso calibre para os adversários de Valdomiro Lopes. O juiz da 1ª Vara da Fazenda de Rio Preto, Adilson Araki Ribeiro, condenou o ex-prefeito por improbidade administrativa em processo envolvendo a doação, pela Constroeste, de um Passat alemão ao ex-procurador-geral Luiz Antônio Tavolaro, então homem de confiança do pessebista. 

Multa e longe das urnas
Além de Valdomiro, foram condenados o empresário Wayne do Carmo Faria Sobrinho (Grupo Faria), Tavolaro e o empresário Alcides Barbosa. Este último seria o intermediador da doação do carro a Tavolaro. Pela punição arbitrada, o prefeito terá de pagar R$ 1,6 milhão de multa e ainda ficará inelegível. Leia mais aqui.

Tem mais 
Outro assunto não resolvido que atropela os planos do ex-prefeito de se reapresentar às urnas é a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de 2014, que considerou irregular a criação de cargos de confiança na Prefeitura. O recurso tramita no STJ. 

Arisco
Bolçone, que passa longe dessa confusão toda, não estaria nem um pouco interessado em protagonizar o papel de candidato a prefeito neste ano. Ele, inclusive, ficou de dar ao ex-prefeito entre janeiro e fevereiro resposta sobre sua permanência na legenda. O ex-deputado e o ex-prefeito trataram do assunto em novembro do ano passado e o primeiro se mostrou um tanto desconfortável na atual sigla.

Segue o arrastão
Apoiadores da causa bolsonarista em Rio Preto repetem no sábado (16) arrastão por assinaturas que possam viabilizar a nova legenda do presidente Jair Bolsonaro, o Aliança Pelo Brasil. Danila Azevedo e o médico Paulo Bassan estão na linha de frente dos trabalhos na cidade.

Menos da metade
O embrionário partido, no entanto, já sente os efeitos do racha interno em Rio Preto. A movimentação de sábado (11) na porta do 2º Cartório de Notas, em frente ao Fórum, foi ignorada por parte de integrantes ativos do bolsonarismo na cidade, o que pode explicar a adesão relativamente baixa. O grupo estimou 90 assinaturas, mas apenas 40 foram de fato registradas. 

Onde estão vocês?
A nova convocação dentro dos grupos de Whatsapp  que abrigam os bolsonaristas adotou um tom bem mais incisivo e apelativo. "Onde estão os 56 milhões que votaram no Bolsonaro?”, questiona o texto de material que corre o País todo. "Para que seja criado o partido Aliança Pelo Brasil, precisamos de 500 mil assinaturas, o que equivale a somente 1% dos votos que Bolsonaro obteve. E até agora não chegamos nem perto desse número. Você vai deixar o presidente sozinho logo agora? Bolsonaro conta com você”, completa o apelo. 

Situação inédita 
Danila diz que o processo de busca por adesão é mais lento porque envolve um processo mais complexo, com assinaturas autenticadas a custo de R$ 17. "Nós, apoiadores, estamos fazendo algo incomum de qualquer outra criação de partido”, afirma ela. Danila diz ainda que o partido não tem uma meta em Rio Preto, mas que os arrastões vão seguir até que o partido consiga em esfera nacional atingir o número necessário de assinaturas.

Vai na regra  
O engenheiro e empresário Marco Casale afirma, por meio de sua assessoria, que vai encarar a empreitada determinada pelo PSL de lançar candidatura a prefeito em Rio Preto. Na semana passada, a direção estadual da legenda emitiu orientação geral de que todas as cidades com diretórios consolidados terão de montar palanque para o Executivo. E que somente razões muito convincentes abririam exceções. 

Preto no branco 
Casale estaria apenas aguardando a oficialização de seu nome como presidente local da legenda no próximo dia 20 para começar a montar a chapa para vereadores. E a buscar os apoios que precisa para seu palanque. 

332 templos cadastrados 
Vereadores que integram a bancada evangélica em Rio Preto apontam pelos menos 1,2 mil templos religiosos na cidade, incluindo igrejas católicas, centros espíritas e outras religiões. Oficialmente, no entanto, o número fica bem abaixo disso. Apenas 332 templos estão devidamente cadastrados na Prefeitura de Rio Preto. 

Subsídio 
A questão volta à pauta com a intenção anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro de subsidiar energia elétrica a templos religiosos. Em Rio Preto, a Assembleia de Deus lidera com 37 diferentes franquias da "marca”.    

Visita do governador 1 
O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), estará em Rio Preto na tarde desta terça-feira (14). Ele vai assinar uma parceria com o Hospital da Criança e Maternidade para a realização de cirurgias em crianças com cardiopatia congênita do estado do Amazonas. 

Visita do governador 2
Na agenda ainda está prevista uma visita às instalações do HCM, conhecer o serviço Nacional de Cardiologia Pediátrica, além de uma reunião com a diretoria do Hospital.

Influência
A parceria já tinha sido desenhada com idas da alta cúpula da direção do hospital para Brasília em agosto deste ano. Os convênios também ajudam a engordar os cofres do HB.

Mais vistosa 
A rádio 40 Graus FM vai ganhar em breve uma sede mais vistosa. O endereço, no edifício Nagib Gabriel, na Rua XV de Novembro, é o mesmo, mas o espaço é bem mais nobre. Os estúdios da emissora de José Faria, patriarca da Constroeste, vão migrar de salas modestas no 14º andar do prédio para o térreo, com fachada envidraçada e à altura dos projetos de grandeza que o empresário tem para a "caçulinha” do seu império. 

Quer mais  
Enquanto o pessoal da 40 Graus FM planeja a mudança, o megaempresário ainda espera resposta para a proposta feita à Nativa FM, do Grupo Bandeirantes com o Grupo Camargo.  

Aposentou
Após 28 anos na Polícia Civil – sendo 25 como delegado e três como investigador - Paulo Sumariva, que comandava a Academia de Polícia do Deinter-5 de Rio Preto, se aposentou na última sexta-feira (10). 

Assumiu
Quem assumiu o posto de comando foi o delegado Raymundo Cortizzo Sobrinho. Na assistência policial está o delegado Mauro Otero Truzzi. Sumariva, que é doutor em direito e pós-doutorando em psicologia criminal, vai se dedicar agora à função de professor de direito Penal, que já conciliava com a de delegado. 

Seguindo os passos 1
O deputado estadual Itamar Borges (MDB) afirmou que, nos próximos dias, vai transferir seu domicílio eleitoral para Rio Preto. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (11) durante uma visita do parlamentar à sede do SBT em Rio Preto. Itamar afirmou ainda que vai se mudar com a família para cidade. "Eu, sendo deputado de Rio Preto, que é nossa capital regional, vou ser deputado de Santa Fé e de toda nossa região. Isso fortalece minha relação com Santa Fé do Sul”, afirmou o deputado.

Seguindo os passos 2
Mas, claro, o buraco é mais embaixo e vai muito além do suposto "fortalecimento" da relação com a sua cidade natal. O deputado segue os passos do seu mentor na política, Edinho Araújo (MDB), que foi prefeito de Santa Fé do Sul e, quando era deputado federal, transferiu seu título para Rio Preto. Em 2000, Edinho disputou e venceu as eleições municipais. Na prática, Itamar poderá agora disputar também a Prefeitura de Rio Preto.

Seguindo os passos 3
Obviamente, Itamar não deverá ser candidato em Rio Preto neste ano, até porque está no mesmo partido de Edinho - candidatíssimo à reeleição. Mas já prepara terreno para uma possível disputal eleitoral pelo comando da cidade em 2024. Claro que muita coisa vai rolar até lá, mas Itamar parece disposto a apostar alto e tentar forjar uma identificação com Rio Preto desde já.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!