Foto por: Divulgação
Hospital de Base precisou acionar a Justiça contra Prefeitura de Uchoa

HB vai à Justiça para obrigar município a cuidar de idoso abandonado pela família

Por: Lucas Israel
12/01/2020 às 14:11
Cidades

Homem de 69 anos recebeu alta há 8 meses, mas familiares dizem não ter condições de cuidar dele

O Hospital de Base (HB) de Rio Preto recorreu à Justiça para que a Prefeitura de Uchoa assuma os cuidados de um paciente de 69 anos que desde abril deste ano passa por uma verdadeira peregrinação entre Uchoa, Rio Preto e Santa Fé do Sul. Atualmente ele está internado no HB, mas recebeu sua primeira alta há 9 meses. Mesmo assim, a família afirma que não tem condições de cuidar do idoso e, por isso, ele permanece ocupando um leito do hospital.

O caso começou em abril deste ano, quando o idoso foi internado para uma cirurgia de emergência, causada por uma diverticulite. Na ocasião, ele necessitou ser colostomizado e então passou a excretar por uma bolsa externa.

Em 8 de maio, ele deveria ter recebido alta, mas as duas filhas e uma irmã se recusaram a assinar o documento. A justificativa foi a de que nenhuma delas teria condições de prestar cuidados ao paciente. Então, a Prefeitura de Uchoa, cidade onde o idoso reside, foi acionada por meio da Secretaria de Saúde e afirmou que também não teria condições de disponibilizar um local adequado ao homem em uma instituição de longa permanência.

Mais de um mês depois, no dia 10 de junho, ele foi transferido para a unidade de cuidados prolongados da Santa Casa de Santa Fé do Sul, onde ficou até o início do mês de novembro, quando o homem retornou a Rio Preto para uma cirurgia de reconstrução. Na época foi verificada uma possibilidade de, em caso de reconstrução do intestino, uma instituição de Guapiaçu abrigá-lo, sob responsabilidade de uma sobrinha, que não teve êxito.

Novamente o Hospital tentou uma solução junto com a Secretaria de Saúde de Uchoa, mas sem sucesso. Outra possibilidade, a de uma instituição de longa permanência da região recebê-lo, também é remota, pois desde novembro não houve nenhuma manifestação afirmativa neste sentido.

O pedido feito pelo HB ainda exige que a prefeitura de Uchoa, além de disponibilizar um local onde o idoso seja corretamente atendido, também efetue o transporte do paciente entre Rio Preto e Uchoa.  O hospital alega que a permanência dele acarreta risco de infecção hospitalar.

O caso tramita na 1ª  Vara da Fazenda Pública de São José do Rio Preto.

 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!