Documentário de Taylor Swift ganha nome e novos detalhes

Por: FOLHAPRESS -
05/12/2019 às 11:30
Famosos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os fãs de Taylor Swift, 29, já sabiam que a cantora ganharia um documentário sobre sua vida na Netflix, no próximo ano.  Nesta ...

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os fãs de Taylor Swift, 29, já sabiam que a cantora ganharia um documentário sobre sua vida na Netflix, no próximo ano. 
Nesta quarta-feira (4), a plataforma de streaming revelou qual será o nome da produção: "Taylor Swfit: Miss Americana". A direção será de Lana Wilson, e ele será exibido no Festival de Sundance.
Através de seu perfil dos Estados Unidos no Twitter, a Netflix ainda revelou o que deve ser a sinopse do documentário: "Um olhar cru e emocionalmente revelador para uma das artistas mais icônicas de nosso tempo, enquanto ela aprende a abraçar seu papel não apenas como compositora e intérprete, mas como uma mulher que utiliza todo o poder de sua voz.
Recentemente, a cantora disse que Scott Borchett a e Scooter Braun estariam proibindo a Netflix de usar suas músicas no documentário.
"Em momento algum dissemos que Taylor não poderia atuar nos AMAs ou levar à frente o seu especial da Netflix. Na verdade, não temos o direito de impedi-la de se apresentar ao vivo em qualquer lugar ", rebateram através de um comunicado. "Desde a decisão de Taylor de deixar a Big Machine no ano passado, continuamos atendendo a todos os pedidos dela para licenciar seu catálogo a terceiros."
Eles afirmam que as conversas estavam avançando até que a cantora fez esse desabafo público. "Taylor tomou uma decisão unilateral na noite passada para recrutar a sua base de fãs de uma maneira calculada que afeta muito a segurança de nossos funcionários e suas famílias", dizem os empresários no comunicado. "Taylor, a narrativa que você criou não existe. Tudo o que pedimos é ter uma conversa direta e honesta".
Em resposta ao comunicado, os empresários de Swift afirmaram ao site da Entertainment Weekly que a cantora recebeu uma carta da gravadora dizendo que eles "não concordariam em emitir licenças para gravações existentes ou renunciariam às restrições de regravação relacionadas a esses dois projetos: O documentário da Netflix e o evento Alibaba Double Eleven."

Publicado em Thu, 05 Dec 2019 11:26:00 -0300






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!