Crime que matou lavrador de 57 anos foi motivado por ciúmes, afirma DIG

Por: Da Redação
02/12/2019 às 09:10
Polícia

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) esclareceu o crime que matou o lavrador Luis Antônio Gonçalves, de 57 anos, encontrado sem vida, com traumatismo craniano, na manhã do último domingo (1º), perto do antigo terminal rodoviário, na Vila Maceno, em Rio Preto.

Segundo informações do boletim de ocorrência, um morador de rua contou à Polícia Civil que um casal dormia no mesmo local que a vítima, que tinha o apelido de "Scooby”. Durante buscas, a dupla foi vista descendo a rua onde o corpo de Luis foi encontrado.

Durante a abordagem, Lázaro da Silva Remedis, de 24 anos, confessou a autoria do crime. Ele disse que matou a vítima com seis golpes de barra de ferro na cabeça porque o lavrador havia "mexido” com a companheira dele, de 29 anos.

Após matar o lavrador, Lázaro jogou a barra de ferro na Represa Municipal. Ainda de acordo com a Polícia Civil, o homem já havia sido preso em flagrante por homicídio qualificado no Moto Grosso (MT). A mulher, que era procurada pelo crime de furto, foi capturada.

A dupla foi encaminhada para a carceragem da DIG.

 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!