Foto por: Divulgação/ SMCS
Avenida Alberto Andaló já tem corredor de ônibus funcionando

Corredores exclusivos de ônibus inauguram na segunda, mas sem multa para "invasores"

Por: Lucas Israel
26/11/2019 às 18:06
Política

Os corredores de ônibus de Rio Preto vão começar a operar na próxima segunda-feira (2), mas as multas para quem trafegar pelo local não serão aplicadas. Segundo o secretário de Trânsito, Amaury Hernandes, a Guarda Municipal já está orientada a fazer um patrulhamento preventivo e de orientação, e não multar os motoristas.

A norma vale, pelo menos, até o início de janeiro de 2020. O objetivo dos corredores é desafogar o trânsito dos ônibus durante os horários de pico, agilizando o transporte coletivo, sobretudo com a inauguração do novo terminal urbano, que também deve ser inaugurado até o final da semana. A Guarda Municipal, inclusive, já prepara um esquema especial para fiscalizar o trânsito.

"A orientação para a Guarda Municipal é não autuar. Vamos fazer um trabalho educativo, para conscientizar o motorista”, afirma Amaury. Ao todo, são oito corredores de ônibus que entrarão em operação nas ruas João Bernardino de Seixas Ribeiro, Pedro Amaral, João Mesquita, Bernardino de Campos, General Glicério, XV de Novembro, Antônio de Godoy.

As avenidas Bady Bassitt, Mirassolândia e Philadelpho Gouveia Neto também farão parte do esquema especial de trânsito. O corredor da avenida Alberto Andaló entrou em operação em outubro de 2017 como teste.

O funcionamento dos corredores para os veículos acontece das 5h às 8h e das 16h30 às 20h. O estacionamento de veículos nestas vias só serão permitidos das 19h30 às 5h da manhã. O veículo que permanecer estacionado fora deste horário poderá ser guinchado.

Choradeira

Como efeito colateral imediato, as vagas de estacionamento das avenidas foram suprimidas e não há previsão de um eventual adiamento da implementação dos corredores. E com o mês de dezembro que superaquece o comércio no fim de ano chegando, muitos comerciantes estão apavorados.

O presidente da Câmara, Paulo Pauléra (PP), cogita alguma ação com vereadores para postergar o funcionamento dos corredores para o próximo ano. "Temos que ter consciência que vivemos em uma cidade comercial. As principais avenidas sofreram demais com as obras”, disse, em entrevista à TV Câmara.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!