Marcus Alonso

Profissional do Franchising


Dez empresas de Rio Preto estão entre as 50 maiores franquias do Brasil

Por: Marcus Alonso
06/03/2020 às 08:05
Marcus Alonso

Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), das 50 maiores franquias em atividade no território nacional, 10 estão em atividade na região de São José do Rio Preto.

Ainda que o país esteja enfrentando dificuldades por conta da crise financeira, não significa que certos setores não estejam aquecidos e em franco crescimento. Em estudo realizado em 2019, foi analisado o perfil das 50 maiores franquias do Brasil de acordo com unidades em operação. Entre as empresas analisadas, o grupo Boticário ficou em primeiro lugar com cerca de 3.724 unidades em funcionamento, pouco mais de mil unidades acima do segundo lugar geral.

Convém citar que o Boticário também é primeiro lugar como marca em operação na região sudeste, denotando grande procura por parte dos usuários pelos produtos da marca. Logo atrás, encontram-se as seguintes marcas: McDonald’s, Cacau Show, AM PM Mini Market, Dia%, Subway, Kumon, Jet Oil, Óticas Carol e CVC Brasil.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) dedica seus esforços para a divulgação de números do setor segundo resultados de pesquisas realizadas a cada trimestre, segundo desempenho do setor de franquias nacional. Além disso, trabalha em ações que desenvolve e melhora a educação financeira das franqueadoras associadas.

Relação das 10 empresas em destaque na região de Rio Preto: 

Acqio - 6º lugar, com 1.703 unidades
Seguralta - 12º lugar, com 1.325 unidades
Odontocompany - 25º lugar, com 634 unidades
Chiquinho Sorvetes - 31º lugar, com 509 unidades
Prepara Cursos - 35º lugar, com 409 unidades
Microlins - 36º lugar, com 401 unidades
San Martin - 42º lugar, com 374 unidades
Nutrimais - 47º lugar, com 351 unidades 
Ceopag - 48º lugar, com 349 unidades
Ceofood - 49º lugar, com 327 unidades

Aproveite o ano de 2020 para empreender

Foi lançado um relatório sobre o desempenho do varejo e demais setores que exerceram influência no merchandising brasileiro. Os números são positivos: segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desempenho do varejo ampliado, relacionado aos setores de artigos de uso pessoal e doméstico, teve aumento de 6,3%.

Além disso, o segmento de serviços teve um crescimento menos aquecido, porém consistente: segundo o órgão, a procura por serviços de comunicação e outras atividades relacionadas a serviços teve aumento de 0,9%.
O setor de construção civil apresenta excelentes oportunidades de geração de empregos: de janeiro a agosto do ano passado, 20% dos em empregos gerados são oriundos deste nicho de mercado. Setores de comunicação e construção civil tiveram aumento de quase 7% em razão do aumento na confiança do consumidor. 

O aumento no número de redes de franquias superou todas as expectativas do mercado e apresenta crescimento de 1,4%. O principal motivo do índice positivo advém do crescimento de novas marcas entrando no mercado de franquias, em especial nos setores de serviços, outros negócios e alimentação.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!