Fabiano Latham

Jornalista e escritor, autor dos livros “Aprendendo com os Mestres” e “Agora Vai”.


Dias atuais pede que exercitemos o autocontrole

Por: Fabiano Latham
08/11/2019 às 14:34
Fabiano Latham

"Para incorporar o autocontrole é preciso administrar as próprias expectativas. Quanto mais esperamos dos outros, mais nos frustramos e perdemos o domínio sobre as emoções. É necessário ajustar ações aos nossos valores. Não adianta pensar de um jeito e agir de no outro.”                                                                            

Imagine se você dissesse tudo o que pensa? Imagine se colocasse para fora todas suas opiniões e pensamentos, sem freios, filtros ou sem se preocupar com os impactos? O que poderia soar como positivo ("Sou uma pessoa transparente, honesta e verdadeira...") poderia também se transformar num grande tiro no pé. Quem fala o que quer, ouve o que não gostaria, diz a sabedoria popular.

Pode-se dizer que o autocontrole virou uma estratégia de sobrevivência nos relacionamentos da atualidade. Trata-se de um claro sinal de equilíbrio emocional e maturidade, que não nos deixa reféns dos nossos impulsos e variação de sentimentos. 

Controlar-se é a garantia de não ser controlado. É ter tamanha consciência de si e da extensão de seus próprios atos, a ponto de não se deixar levar pela balbúrdia externa. Somos tragados o tempo inteiro pelas necessidades dos outros, apelos ao consumo, decisões de pessoas em nossa volta, rumos da política e economia, pelo humor do patrão e por aí vai...

Seria perfeito se o autocontrole fosse algo naturalmente aprendido e trabalhado ao longo da vida. Mas sabemos que as coisas não funcionam bem assim. Estamos muito mais sujeitos a rompantes de estresse e raiva do que gostaríamos. Por isso, ter autocontrole nos dias de hoje é praticamente ter o mapa da felicidade e paz de espírito.

É importante não confundir autocontrole com o temido "engolir sapos". Aceitar tudo passivamente calado, embora com profunda insatisfação, passou longe de ser autocontrole. Há quem confunda ficar de "boca fechada", mas remoendo por dentro, com a habilidade de ter autocontrole.

Para funcionar, o autocontrole precisa ser automatizado em nosso comportamento, como uma resposta natural a tudo que ocorre em volta. São muitos os caminhos para adquirir autocontrole; e um que se destaca é abandonar a ideia de ter razão a todo custo e querer ser dono da verdade. Controlar o próprio emocional tem a ver com a compreensão de si e do outro num nível que nos permite relevar tudo o que é externo em função da paz interna. 

Quem tem autocontrole vê a realidade de forma simples, como ela é, sem projeções emocionais. Um sinal de que estamos afinando esse valioso instrumento é quando extinguimos aqueles velhos fantasmas que rondam a imaginação e nos fazem ver até que o não está acontecendo. Respeitar os próprios limites nos coloca numa posição privilegiada para não deixar escapar impulsos momentâneos que podem colocar tudo a perder. 

Um bom exercício para incorporar o autocontrole é administrar as próprias expectativas. Quanto mais esperamos dos outros, mais tendemos a nos frustrar e perder o domínio sobre nossas emoções. Faz se necessário ajustar nosso comportamento aos nossos valores. Não adianta pensar de um jeito e agir de no outro. Acreditar que agimos de forma correta, respeitosa e democrática e só um pensamento. Agir assim é outra coisa. Acreditar que somos tranquilos, que aceitamos as pessoas e coisas como são é louvável. Colocar isso em prática é que é o grande desafio. 

Quando você controla seus impulsos, pode alcançar muito mais do que imagina. Sentir na medida exata e dar o real peso e valor que cada acontecimento tem, sem desmerecer ou supervalorizar situações, nos faz evitar o sofrimento, a perca de tempo e energia, e dores futuras. O mundo pode estar pegando fogo e desabando ao seu lado, mas se você mantiver a calma conseguirá analisar o cenário, perceber as alternativas e tomar as melhores decisões. Vale a pena agir assim!






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!